(86) 3131-1234
****

NOTíCIAS

Dor no pescoço: possíveis causas e como tratar

Má postura e exercícios feitos de maneira errada são as principais causas de dor no pescoço. Entenda!

Tamanho da letra:
A
A
Publicado em: 23 de abril de 2020

Imagem: iStock

O pescoço é composto de vértebras que se estendem do crânio até a parte superior do tronco. Os ossos, ligamentos e músculos do pescoço apoiam a cabeça e permitem seu movimento. Qualquer anormalidade, inflamação ou lesão pode causar rigidez ou dor no pescoço.

É comum ter dor ou sentir uma rigidez no pescoço de vez em quando. Em muitos casos, isso se deve à má postura ou uso excessivo. Às vezes, a dor no pescoço é causada por lesões causadas por uma queda, esportes de contato ou movimentos bruscos. Na maioria das vezes, a dor no pescoço não é uma condição séria e costuma passar dentro de alguns dias.

Mas, em alguns casos, a dor no pescoço pode indicar ferimentos ou doenças graves e exigir cuidados médicos. Se você tiver dores no pescoço que duram mais de uma semana, são intensas ou são acompanhadas por outros sintomas, procure atendimento médico imediatamente.

Causas de dor no pescoço

A dor ou rigidez no pescoço pode ocorrer por vários motivos.

Tensão e distensão muscular

Geralmente ocorre por conta de atividades e comportamentos como:

  • Postura ruim;

  • Trabalhar em uma mesa por muito tempo sem mudar de posição;

  • Dormir com o pescoço em uma posição ruim;

  • Sacudir o pescoço durante o exercício (em uma flexão feita de modo errado, por exemplo).

Lesões

O pescoço é particularmente vulnerável a lesões, especialmente em quedas, acidentes de carro e esportes, onde os músculos e ligamentos do pescoço são forçados a se mover fora de seu intervalo normal.

Se os ossos do pescoço (as vértebras cervicais) estiverem fraturados, a medula espinhal também poderá ser danificada. Esse tipo de lesão no pescoço é extremamente perigoso.

Ataque cardíaco

A dor no pescoço também pode ser um sintoma de um ataque cardíaco, mas nesses casos ela geralmente vem junto com outros sintomas como falta de ar, suor, náusea, vômito, dor no braço ou na mandíbula.

Se seu pescoço doer e você tiver outros sintomas de ataque cardíaco, chame uma ambulância ou vá para um pronto-socorro imediatamente.

Meningite

A meningite é uma inflamação do tecido fino que envolve o cérebro e a medula espinhal. Nas pessoas que têm meningite, a febre e a dor de cabeça ocorrem com rigidez no pescoço. A meningite pode ser fatal e é uma emergência médica que exige atenção imediata.

Outras causas

A dor no pescoço também pode ser causada por outras condições de saúde. Entenda:

  • A artrite reumatoide causa dor, inchaço e deformidades nas articulações. Se essas alterações ocorrerem na região do pescoço, esse pode ser o motivo da dor;

  • A osteoporose enfraquece os ossos e pode levar a pequenas fraturas. Essa condição geralmente ocorre nas mãos ou nos joelhos, mas também pode ocorrer no pescoço;

  • A fibromialgia é uma condição que causa dor muscular em todo o corpo, especialmente na região do pescoço e ombro;

  • À medida que você envelhece, os discos cervicais podem se degenerar. Isso é conhecido como espondilose ou osteoartrite do pescoço e pode estreitar o espaço entre as vértebras. Além da dor, o problema também adiciona estresse às suas articulações;

  • Quando um disco cervical se projeta, devido a um trauma ou lesão, ele pode aumentar a pressão na medula espinhal ou nas raízes nervosas. Isso é chamado de hérnia de disco cervical, também conhecida como disco rompido ou escorregado;

  • A estenose espinal ocorre quando a coluna vertebral se estreita e causa pressão na medula espinhal ou nas raízes nervosas, à medida que sai das vértebras. Isso pode ocorrer por conta de uma inflamação a longo prazo causada pela artrite ou outras condições.

Em casos raros, a rigidez ou dor no pescoço ocorre devido a:

  • Anomalias congénitas;

  • Infecções;

  • Abscessos;

  • Tumores;

  • Câncer da coluna.

Quando consultar seu médico

Se os sintomas persistirem por mais de uma semana, consulte sua medica ou médico. Também convém procurar atendimento se você tiver:

  • Dor no pescoço intensa sem causa aparente;

  • Caroço no pescoço;

  • Febre;

  • Dor de cabeça;

  • Glândulas inchadas;

  • Náusea;

  • Vômito;

  • Dificuldade em engolir ou respirar;

  • Fraqueza;

  • Dormência;

  • Formigamento;

  • Dor que irradia pelos braços ou pernas;

  • Incapacidade de mover seus braços ou mãos;

  • Incapacidade de tocar o queixo no peito;

  • Disfunção da bexiga ou intestino.

Se você sofreu um acidente ou caiu e está com dor no pescoço, procure atendimento médico imediatamente.

Como tratar dor no pescoço

O profissional de saúde fará um exame físico e irá analisar todo o seu histórico médico. Esteja preparado para informá-lo sobre as especificidades de seus sintomas. Fale também sobre quaisquer medicamentos ou suplementos que você esteja tomando.

Mesmo que não pareça relacionado, você também deve informar sobre quaisquer lesões ou acidentes recentes que teve.

O tratamento da dor no pescoço depende do diagnóstico. Além de uma história completa e do exame físico, você também pode precisar de alguns exames para determinar a causa de sua dor no pescoço.

Como aliviar a dor no pescoço em casa

Se você tiver uma pequena dor no pescoço ou rigidez, siga estas etapas simples para aliviá-la:

  • Aplique gelo nos primeiros dias. Depois disso, aplique calor com uma compressa ou tomando um banho quente;

  • Tome analgésicos de venda livre, como ibuprofeno ou acetaminofeno;

  • Tire alguns dias de folga dos esportes, atividades que agravam seus sintomas e exercícios pesados. Quando você retomar as atividades, faça-as lentamente, de modo a não agravar seus sintomas;

  • Exercite seu pescoço todos os dias. Estique lentamente a cabeça em movimentos de um lado para o outro e de cima para baixo;

  • Mantenha uma boa postura;

  • Evite colocar o telefone entre o pescoço e o ombro - isso pode causar a perigosa síndrome do pescoço de texto;

  • Mude sua posição frequentemente. Não fique em pé ou sentado na mesma posição por muito tempo;

  • Faça uma massagem suave no pescoço;

  • Use um travesseiro especial para pescoço para dormir;

  • Não use colar cervical sem aprovação médica. O uso incorreto desse tipo de equipamento pode piorar os sintomas.

Qual é a perspectiva para pessoas com dor no pescoço?

Muitas pessoas sentem dor no pescoço por causa de má postura e tensão muscular. Nesses casos, a dor no pescoço deve desaparecer se você praticar uma boa postura e descansar os músculos do pescoço quando estiverem doloridos.

A yoga e a prática regular de exercícios físicos ajudam a melhorar sua postura. Usar cadeiras, colchões e travesseiros confortáveis também ajuda, assim como estar sempre atento a sua postura quando estiver sentado no sofá ou em outros momentos de relaxamento (quando nossa postura tende a ser pior).

Se a dor no pescoço não melhorar com os tratamentos em casa, procure ajuda médica.

Fonte: MSN
Edição: C.S. 

Comentários

Nenhum comentário cadastrado. Seja o primeiro!





Deixe seu comentário

Nome*
Email*
Verificação*
Seu comentário*