(86) 3131-1234

RETRATO 3X4 DE UMA PESSOA 100X100

Raimundinha Deusdará: Um jeito próprio de administrar

Tamanho da letra:
A
A
Publicado em: 04 de novembro de 2005

Raimunda Costa Deusdará, 50 anos, ou simplesmente Raimundinha começa o seu dia às 5h da manhã com caminhada e exercícios na academia para manter o pique e a saúde em dia. A rotina de trabalho começa às 8h, no Prontomed Infantil, que ela administra há quatro anos e meio. Ao chegar ao hospital, em vez de ir direto para sua sala, começa o trabalho na recepção, onde fala com as pessoas, faz encaminhamentos e, em seguida, visita os apartamentos e outros setores. Essa incansável executiva, que tem alegria estampada no rosto, frisa que se orgulha da sua disposição e admite que seu jeito de administrar é mesmo peculiar. ?Não sou uma administradora de birô, começo o dia administrando a partir recepção. Gosto do contato com as pessoas. Esse contato me dá energia?, observa.

Outra forma peculiar de Raimundinha dar conta de todos os afazeres é organizar tudo em uma lista, mesmo as coisas referentes a estudo, casa e diversão. ?Quando chega o final do dia tenho feito tudo e estou bem?, fala administradora que não esconde a idade e se orgulha de ter chegado aos 50 com tanta vivacidade. ?Quando completei 50 anos fiz uma festa como se fosse de debutante para comemorar. Não tenho nenhum constrangimento em dizer a idade, pelo contrário, tenho é orgulho?.

Ela Nasceu em São Raimundo Nonato, onde também deu seus primeiros passos na formação profissional na escola Normal Madre Lúcia, na qual fez o pedagógico. Também na cidade, casou aos 16 anos, teve uma filha, hoje é separada e continua de bem com a vida. Foi aos 23 anos que ela veio para Teresina, com a transferência do então marido e aí surgiu o início de uma nova etapa de estudos. ?Na época, fui aprovada no vestibular para Geografia em quinto lugar. Fiz o curso, mas não me identifiquei, então complementei com História. Fui professora do Estado muitos anos e também de escolas particulares. Lecionei 20 anos Educação Física e antes de me aposentar comecei a trabalhar com administração por dom. Já trabalhando em um hospital infantil, me despertou a vontade de fazer o curso superior em Administração, isso foi no ano de 1999 e conclui o mesmo em 2003, na Uespi?, resume. Mas fora tantas graduações a dinâmica administradora tratou de fazer especializações, como a de Gestão Empresarial Competitiva, pela UFPI.

Para falar do trabalho, que ela faz questão de dizer que adora, e também de seus gostos pessoais e planos, Raimundinha recebeu o Portal Medplan para essa entrevista.

Portal Medplan - Sua formação inicial e onde trabalhou muitos anos é na área do magistério, mas hoje trabalha administrando um hospital infantil, que é o Prontomed. Como é conciliar isto? A senhora utiliza algum preceito da educação na sua administração?

Raimundinha - Com certeza, é uma das coisas que me ajuda muito na administração hospitalar em pediatria.  Foi minha experiência em trabalhar com criança. Não sei o que acontece, mas crianças se sentem atraídas por mim. Meu lado professora me ajudou muita administrar.

Portal Medplan - E no Prontomed infantil, há quanto tempo a senhora está à frente da administração?

Há quatro anos e meio. Eu trabalhava em outro hospital e já estava decidida a sair, na mesma época recebi o convide do Dr.Cerqueira para o Prontomed Infantil. Tinha muita vontade de trabalhar com ele desde o tempo que eu era estudante de administração. Na época eu assisti a uma palestra proferida pelo Dr.Cerqueira e nela ele falou do perfil desejado do profissional e aquilo me fascinou. O perfil era o de uma pessoa que fizesse algo mais que suas tarefas, que fosse disponível e dedicada, que tivesse a visão que o cliente é o mais importante. Bateu justamente com o que penso. Gosto do que faço e faço o que gosto. Aqui me realizo e me sinto muito bem, o cliente é o mais importante. E eles reconhecem meu trabalho.
 
Portal Medplan - Um dos princípios do Prontomed Infantil é o tratamento mais humanizado, procura-se fazer do hospital um ambiente o mais próximo possível da casa da criança, desde a recepção até a UTI. Qual é a sua opinião sobre essa tendência de atendimento?

Raimundinha - É uma tendência não só em instituições privadas, mas públicas também. Acho isso extremamente válido porque se você não humanizar fica difícil trabalhar. Mas esse tratamento não deve ser só com o cliente externo, mas com os colaboradores também.

Portal Medplan ? Como é trabalhar diretamente com o público infantil? É gratificante?

Raimundinha - Trabalhar com criança é gratificante demais, posso estar no maior estresse, mas quando desço do escritório e vejo essas carinhas fico bem. Até penso em voltar a dar aula para crianças menores de 10 anos (risos).

Portal Medplan - Como é o dia-a-dia de uma dona de casa administradora?

Raimundinha - Moro sozinha, mas tenho muitas atividades. Para enfrentar o desafio do dia-a-dia acordo às 5h, caminho e faço minha academia. O expediente mesmo começa às 8h e não tem hora para terminar. Não sou uma administradora de birô, gosto de administrar o todo. Começo o meu dia de trabalho já da recepção, falo com as pessoas, encaminho tarefas, faço visitas nos apartamentos. Essa necessidade é porque gosto de gente, do contato com as pessoas. Assim as coisas fluem melhor e a energia me contagia. Já a minha casa, passo o dia fora, lá só durmo. Particularmente não faço nada lá, só supervisiono o que foi feito pela faxineira. Não sou de ir para a cozinha, apesar de saber cozinhar, sou mesmo é executiva, mas gosto de tudo muito bem arrumado em casa.

Portal Medplan - A senhora é de São Raimundo Nonato, lugar de grandes descobertas arqueológicas e que também tem sido um ponto de difusão da arte para o mundo todo, com a realização anual lá do Interartes (Festival Internacional de Artes). Qual é o espaço da arte em sua vida?

Raimundinha - Sou uma admiradora da cultura e da arte. Por ser de lá e ter toda essa história preservada no município, valorizo ainda mais a cultura. A coisa que mais tenho orgulho é dizer que sou de São Raimundo Nonato. Quando vou lá trago folheteria e mando para gente do mundo inteiro.

Portal Medplan ? Há uma grande discussão sobre a divisão do Piauí. Caso isso aconteça, São Raimundo Nonato ficaria com o novo Estado do Gurguéia, qual sua opinião sobre isso e sobre o Piauí perder o berço do homem americano?
 
Raimundinha ? Sou contra. Não sou contra a divisão, mas que São Raimundo Nonato continue com o Piauí. Esse assunto é uma das coisas que me deixam triste. Não quero diminuir o Gurguéia, mas São Raimundo Nonato é uma parte de mim e não quero deixar de ser do Piauí. Além disso, creio que com a mudança o nosso Estado vai perder.

Portal Medplan - Falando agora da vida pessoal. Qual é o seu estilo quando o assunto é moda?

Raimundinha - Não tenho estilo definido, uso o que acho que fica bem. Sou uma pessoa de bem com a vida, gosto das pessoas, de viajar, de me divertir. Enfim, esse é meu estilo.

Portal Medplan - Se considera uma mulher vaidosa?
Raimundinha ? Sim, toda mulher precisa ter vaidade de ser mulher.

Portal Medplan - uma cor?
Raimundinha ? Amarelo

Portal Medplan - Um acessório indispensável?
Raimundinha - Brincos

Portal Medplan ? Se vira bem na cozinha?
Raimundinha - Muito bem, faço pratos excelentes, apesar de agora não cozinhar mais, pois moro só.

Portal Medplan - Uma personalidade?
Raimundinha ? Fernanda Montenegro

Portal Medplan - Admira?
Raimundinha - Uma coisa que me fascina é a lua, sobretudo, na fase de cheia.

Portal Medplan - Um orgulho?
Raimundinha - De ser piauiense

Portal Medplan - Um conselho?
Raimundinha - Que as pessoas se amem mais.

Comentários

Nenhum comentário cadastrado. Seja o primeiro!





Deixe seu comentário

Nome*
Email*
Verificação*
Seu comentário*