oiaqui
fale livremente,
você não precisa se identificar

100.584
Acessos

290
curtidas

0
comentários
Home > Dr é normal uma pessoa não amar ninguém? Sabe dr, não amo meus pais, meus irmãos e n...
#10342
24/08/2014
Dr é normal uma pessoa não amar ninguém?
Sabe dr, não amo meus pais, meus irmãos e nenhum parente . Nao tenho amigos.
Mas não sou uma pessoa amarga...trato todos com cordialidade e educação.
Não fico feliz com os acontecimentos tristes com pessoas, mas tbm não fico comovida com nada.
110 curtidas (Curtir)
#10342
24/08/2014
25/08/2014
ESSA CONDIÇÃO AFETIVO-EMOCIONAL POSSUI UMA DENOMINAÇÃO MÉDICA: "ATIMIA", do grego "athumía", QUE CONSISTE NA AUSÊNCIA DE SENTIMENTOS E DE MANIFESTAÇÕES AFETIVAS. TAL CONDIÇÃO É COMUM EM PORTADORES DE ESQUIZOFRENIA. ISSO NÃO QUER DIZER QUE VOCÊ SEJA PORTADORA DE ESQUIZOFRENIA. O MAIS PROVÁVEL É QUE ISSO SEJA APENAS UM TRAÇO ISOLADO DA SUA PERSONALIDADE, POIS NO QUADRO COMPLETO DA ESQUIZOFRENIA O PORTADOR DA ENFERMIDADE NÃO TEM CONSCIÊNCIA DA SUA (DELE) CONDIÇÃO AFETIVA, COMO ESTÁ A OCORRER COM VOCÊ. DEVE SER BIZARRO, VIVER COMO UM ESPECTADOR PASSIVO. COMO SE O MUNDO FOSSE UM FILME QUE VOCÊ ESTÁ ASSISTINDO. OU UM QUADRO NA PAREDE, QUE VOCÊ MIRA SEM EMOÇÕES, SEM SOFRIMENTOS E SEM ALEGRIAS. OU SEJA, FORA DA CONDIÇÃO HUMANA.
180 curtidas (Curtir)

Comentários

25/08/2014
Dr. sou exatamente assim, até parece que esse texto foi escrito por mim mesmo. pensei que apenas eu era assim, o fato de não amar ninguém em minha vida tem uma certa explicação: todas as garotas pelas quais em alguma fase da minha vida senti uma certa atração, ou digamos me apaixonei, me desprezaram. talvez por isso fui perdendo o amor até pela minha própria mãe e parentes próximos. mas, assim como a pessoa da mensagem, não sou um amargo.
63 curtidas (Curtir)
25/08/2014
25/08/2014
RAPAZ, VAI POR MIM, ADOTA ESSE LEMA DE VIDA: "AQUEÇO QUEM ME AQUECE, ESQUEÇO QUEM ME ESQUECE". ORA, SE ALIMENTOS TE FIZERAM MAL, DECIDIRÁS MORRER DE FOME? SE A ÁGUA QUE BEBESTE FOI AMARGA, DECIDIRÁS MORRER DE SEDE? SE EM TUA CAMINHADA TROPEÇASTE E CAÍSTE VÁRIAS VEZES, DECIDIRÁS NÃO MAIS SE LEVANTAR, PREFERINDO ARRASTAR-SE NO CHÃO? NÃO, CABRA, ASSIM COMO NÃO É POSSÍVEL VIVER SEM ÁGUA E SEM ALIMENTOS, NÃO É POSSÍVEL, NEM DIGNO, VIVER SEM UM AMOR. VIVE TUA VIDA, FAZ TEU TRABALHO COM PRAZER, DIZ AQUILO QUE TE DER NA TELHA DIZER, FAZ AQUILO QUE GOSTAS DE FAZER, MENTE E SONHA, RI E CHORA!! VAI PELA VIDA, COM TUA GRAÇA E TUA FEIURA, TUA IGNORÂNCIA E TUA CULTURA, TEUS MEDOS E TUAS CERTEZAS, TUAS ILUSÕES E TUAS VERDADES, DIZENDO-AS ALTO A QUEM QUISER TE OUVIR. QUANDO MENOS ESPERARES TERÁS AO TEU LADO ALGUÉM QUE VIU GRAÇA E ESPERANÇAS EM TI. E VOCÊS, SEGURANDO A MÃO UM DO OUTRO, CAMINHARÃO JUNTOS, MISTURANDO DELIRIOS, FANTASIAS E DESVARIOS. ENFIM, SERÃO HUMANOS. POIS, ESCONDER-SE DA VIDA É NÃO VIVER.
174 curtidas (Curtir)
26/08/2014
viver e não ter vergonha e ser feliz....
28 curtidas (Curtir)
26/08/2014
26/08/2014
é PSICOPATA MESMO...QUALQUER DIA VAI SAIR POR AÍ JOGANDO BOMBA NAS ESCOLAS.....
43 curtidas (Curtir)
26/08/2014
26/08/2014
E muito ruim mesmo dr não gostar de ninguém... Ninguém lhe fazer falta.
Me acho muito estranha em não sentir saudades, em rever pessoas que me consideram "uma velha amiga".
Não choro de tristeza e nem de saudades. ..Só raiva me faz chorar, percebi que eu não era normal quando meu pai faleceu e eu não senti vontade de chorar e nem sofri o luto.
Olhando para ele no caixão era como eu estivesse vendo ele dormir. Eu só pensava assim: (poxa ele morreu..eu não queria que isso tivesse acontecido....mas nada que eu faça ou sinta agora vai mudar isso). É muita racionalidade dr...ser racional ao extremo às vezes é ruim.

52 curtidas (Curtir)
26/08/2014
26/08/2014
AMIGA, NÃO EXISTE "A" NORMALIDADE. ELA NÃO É SINGULAR. A NORMALIDADE É PLURAL. OU SEJA, SÃO VÁRIAS. HOJE À NOITE OLHE PARA O CÉU. VOCÊ VERÁ UMA LUA. AMANHÃ VOCÊ JÁ A VERÁ COM OUTRA FORMA E POUCOS DIAS DEPOIS COM OUTRA APARÊNCIA. POIS ASSIM SÃO AS VERDADES E AS NORMALIDADES. ASSIM COMO AS BELEZAS, OS AMORES, OU HUMORES, AS ESPERANÇAS. NÃO BRIGUE COM SEU DESTINO. ACEITE VOCÊ E SEJA BOA COM VOCÊ E COM OS OUTROS. PARA SER BOA VOCÊ NÃO PRECISA SER AMOROSA. ALIÁS, MUITOS AMORES SÃO POSSESSIVOS, MALVADOS, DESTRUIDORES.
55 curtidas (Curtir)
27/08/2014
Eu tbem sou assim!
17 curtidas (Curtir)
27/08/2014
27/08/2014
Obg dr!
Mas como mencionaram acima que sou psicopata e posso jogar bomba em escolas? estão enganados.
Não tenho coragem de matar nada! Nem insetos. Imagina pessoas!
Para vc ai que escreveu isso fik sabendo que não gostar é muito diferente de odiar...Não gosto nem odeio...Não desejo o bem nem o mal.
Para mim da forma que a pessoa se encontra está bom.
77 curtidas (Curtir)
27/08/2014
27/08/2014
ESQUEÇA ESSE MALUCO VOCIFERANTE, MOÇA. SIGA SEU CAMINHO EM BUSCA DE PAZ. E VIVA A DIFERENÇA!!!
59 curtidas (Curtir)
28/08/2014
Pessoas vc só precisa de uma realidade :
Se entregar a Jesus Cristo e deixar ele guiar seus passos , esse é o amor
verdadeiro e certo .
63 curtidas (Curtir)
28/08/2014
28/08/2014
É DOIDA E NEM SABE....
13 curtidas (Curtir)
28/08/2014
28/08/2014
Valeu mesmo dr! Já começei a praticar esses sentimentos "tão diferentes" para mim. Apesar de eu ter nascido numa casa feliz e uma mãe e um pai amoroso.

Comprei uma cadelinha pinscher... Agora pouco quando eu cheguei da faculdade lá estava ela toda serelepe abanando o minúsculo rabinho. Ai eu peguei ela no colo e ela ficou mais eufórica de tanta alegria ao me ver me lambeu como se me beijasse. Então eu disse pra ela obrigada por me amar...espero um dia poder sentir o mesmo por vc tbm.

45 curtidas (Curtir)
28/08/2014
28/08/2014
DEIXA ROLAR. QUANDO MENOS ESPERAR VOCÊ VAI ESTAR LONGE, LEMBRANDO DELA E SORRINDO SOZINHA, SUAVE, TENDO VONTADE DE REVÊ-LA, DE DAR-LHE UM ABRAÇO APERTADO E LONGO. ESSE SENTIMENTO TEM UM APELIDO. O TAL APELIDO É AMOR.
40 curtidas (Curtir)
28/08/2014
Pois faça medicina! Já pensou que cirurgiã excelente vc vai ser...
30 curtidas (Curtir)
28/08/2014
29/08/2014
AMIGA, POIS TODOS ESSES SENTIMENTOS QUE FALTAM EM VC SOBRAM EM MIM, E ME PERGUNTO SE É NORMAL O EXAGERO DE AMAR TODO MUNDO, DE NÃO ACREDITAR QUE EXISTEM PESSOAS RUINS. ME EMOCIONO POR TUDO, ME APEGO FÁCIL, NÃO CONSIGO TER RANCOR DE NINGUÉM. EU QUERIA SER MAIS DURA NAS MINHAS EMOÇÕES,PRECISAMOS TROCAR IDEAS! FAZER UM TRANSFUSÃO DE SENTIMENTOS. BEIJOS!!!
46 curtidas (Curtir)
29/08/2014
29/08/2014
LENDO TEU TEXTO LEMBREI DE UM POEMA HAI-KAI DO GRANDE MAIAKOVSKI:
"EM MIM A ANATOMIA FICOU LOUCA,
SOU TODO CORAÇÃO"!
44 curtidas (Curtir)
29/08/2014
EITA DR. COMO SUAS PALAVRAS SÃO COMO UMA BRISA FRESCA E SUAVE EM UMA NOITE QUENTE ,ONDE AS MUTUCAS INSISTEM EM TE ATASANAR, MAS ESSA BRISA, ESSA TAL BRISA , SUAVISA ESSE TAL CALOR DA NOITE E ACALMA AS TAL MUTUCAS. EITA QUE FALTA POUCO PARA SER UM PSICÓLOGO. RSRS ABRAÇOS DR.
23 curtidas (Curtir)
29/08/2014
29/08/2014
HHUUUMMM... REVIREI OS ÓIOS. ACHEI VANTAGEM.
25 curtidas (Curtir)
29/08/2014
É o que mais desejo...se não consigo sentir nada por humanos .... mas se eu conseguir amar ela será uma grande vitória para mim.
15 curtidas (Curtir)
29/08/2014
29/08/2014
PRIMEIRO, MEU REI, CÊ TEM QUE COMEÇAR A SE AMAR. SEM ISSO NÃO DÁ.
23 curtidas (Curtir)
01/09/2014
A PESSOA FALA QUE NÃO CONSEGUE AMAR, POIS EU CONSEGUI, ESTOU GRAVIDA E NUNCA IMAGINEI EM MIM TER TANTO AMOR GUARDADO!
É MARAVILHOSA ESSA SENSAÇÃO, UM DIA DESSES ESTAVA COM AS MÃOS NA CABEÇA, PENSANDO NO QUE FAZER, E COMO SERIA ESTAR COM UMA PESSOINHA. AGORA SÓ COLOCO ELAS EM MINHA BARRIGA, ESPERANDO ELE CHEGAR PARA DAR ESSE TAL AMOR, MARAVILHOSO. ESPERO UM DIA QUE VC POSSA EXPERIMENTAR ESSE TIPO DE AMOR, O AMOR INCONDICIONAL.
18 curtidas (Curtir)
01/09/2014
09/06/2015
Ola dr. Vi todos esses comentarios e fiquei muito confusa. Tambem me sinto assim como se visse o mundo como filme alheio e nao gosto disso queria ser normal sabe. Mas gosto da pessoas, amo os animais so q nao me apego nao sinto falta quando vao embora. Amo a solidao. Acho q se pudesse viveria sozinha sempre. Nao sinto falta do convivio social. As pessoas q convive comigo me acham estranha por isso pq quase nunca saio e gosto de ficar sozinha sem fala q nao namoro exatamente pelo fato de nao me apegar no faz sentido namorar alguem de quem nao gosto mas a sociedade cobra isso de nos e cultural. Estou escrevendo isso mais como desabafo do q para analise. Obrigado por disponibilizar esse espaço e desculpa pelo texto enorme.
27 curtidas (Curtir)
09/06/2015
09/06/2015
Seu texto não é enorme. Enorme é sua sensibilidade. Não vou analisar seu discurso, mas é impossível deixar de comentá-lo. Qual é o problema em gostar de ser solitário? Afinal, o gato, o polvo, o lince, o urso panda, o tubarão, a onça pintada, a anta e muitos outros animais vivem sozinhos. Há até mesmo os que radicalizam - não aceitam morar como ninguém - e levam suas casas nas costas, como é o caso da tartaruga e do caracol. Já outros só conseguem viver em bandos: as zebras, os golfinhos, os elefantes, os flamingos, as gazelas só andam aos magotes. Quem se atreveria a criticar algum membro desses grupos? Aliás, a criatividade e a genialidade são irmãs gêmeas da solidão. Einstein, Mozart, Isac Newton, Paul Erdós e muitos outros foram solitários geniais. E há milhares de gênios solitários anônimos, que usam sua cspacidade mental superior para encontrar um equilíbrio existencial que lhes dispense da sofrida busca de aceitação que a maioria dos humanos vive a procurar, sendo para os outros, ao invés de serem para si. A questão que você coloca na sua reflexão é a GRANDE questão da humanidade: a liberdade! Como resolver a questão do EU - OUTRO. Como evitar que eu, no momento em que me vejo livre para agir, não estou fazendo do outro um meio para a minha liberdade? E até que ponto o outro impõe limites à minha liberdade, à minha felicidade e ao meu prazer de viver? Quase sempre os desejos e os objetivos de um não estão alinhados aos desejos e objetivos do outro. E por isso, por causa disso, homens espancam mulheres, pais agridem filhos, assaltantes matam suas vítimas, sogras martirizam noras, chefes castram funcionários, sádicos se deleitam ao fazer os outros sofrer... Enfim, será que a convivência entre duas pessoas não implica numa mútua negação da liberdade e, ao lado dessa negação, a mútua infelicidade? Uma outra via, que seria o eu dispensar alguns dos seus desejos para não desagradar o outro, com o outro fazendo o mesmo, para não destruir a relação, não seria ainda pior, pois não existe ser humano meio feliz ou meio realizado? Assim, essa outra via é ainda mais dolorida, pois implica no naufrágio de ambos num mar de frustrações e desejos reprimidos. E então, esse mal estar mútuo termina por transformar o afeto em rancores e ressentimentos, pois o ser humano só se realiza através da liberdade. Para cada eu a questão é "ser ou nada". Daí a sacada sartreana: "o inferno é o outro"!!
Tá entendendo nada, né? Eu também não. É no que dá filosofar numa meia-noite de terça-feira.
👳👳
72 curtidas (Curtir)
10/06/2015
Pra vc que escreveu a mensagem inicial? se colocou esse sentimento é porque de alguma forma te angustia e te traz sofrimento. Sugiro que procure um psicólogo para falar de sua condição, o que acha? Pode ser bem interessante...
10 curtidas (Curtir)
10/06/2015
22/06/2015
Dr tudo bem... sou uma pessoa que não consigo me relacionar com ninquem, principalmente com o sexo oposto acho que a pessoa não vai me querer, acho muito dificil uma pessoa se interessar por mim
6 curtidas (Curtir)
22/06/2015
22/06/2015
A primeira questão é: você deseja ter alguém ao seu lado? Alguém pra conversar, falar e ouvir besteiras, ver filmes comendo pipocas, planejar viagens, abraçar e dar cheiros, consolar tristezas, desfiar sonhos, contar e ouvir histórias da infância? Se a resposta é +, vá à luta. Como? Ora, é fácil: 1. entra pra uma igreja, vai pruma academia, sai pra baladas com a galera do teu local de trabalho; 2. escolhe alguém que pareça interessante;
3. jogue charme, finja que é meiga, doce e inteligente. Fale pouco, ouça muito e não dê trela pra cabra muito atirado e meloso.
Enfim, é por aí.
Agora, se você não tem vontade de ter alguém, homem ou mulher, com quer dividir sua vida, adote um cachorro, um gato, um papagaio, um preá ou uma cobra.
27 curtidas (Curtir)
26/06/2015
oi doutor boa noite. na realidade tenho um certo medo de tentar se aproximar de alguma menina, quando penso na possibilidade de levar um fora ou de ser humilhado eu nem chego a tentar, fico travado e fico sem saber o que falar. Isso me causa sofrimento, pois não quero ficar sempre sozinho, doutor.
6 curtidas (Curtir)
26/06/2015
26/06/2015
Rapaz, mulheres adoram homens tímidos, inseguros, carentes. Tanto é assim que alguns malandros finjem esse perfil para conquistar garotas maternais. Viva sua vida normalmente, converse com mulheres como você conversa com homens. Enfim, seja você mesmo, como é em casa, na família ou com amigos de infância. Um dia vai aparecer na sua frente uma garota que lhe deixará tonto, com um frio estranho na barriga. Nessa noite você não dormirá direito, pois o pensamento ficará viajando, inventando sonhos. Chegou tua hora de ser feliz: seja gentil com ela, tome chegada sem alardes, escreva um poema e envie junto com rosas, elogie o que lhe nela lhe encanta, mostre-lhe o oiaqui, encontre um apelido carinhoso só dela e mande ver no what's... Mas não se avexe, mas também não seja lerdo!! Logo vocês estarão indo pra balada, funkear!! 😍
Mas tome cuidado: não marque bobeira, nem fale besteira. Mulher não se amarra em mané...
19 curtidas (Curtir)
09/08/2015
tenho uns problemas assim sobre sentimentos gosta ou nao gosta amar ou nao amar, ate gente da minha familia ja me chamou de psicopata kkkkkkkkkkkkkk so pra ir deles mesmo.
1 curtida (Curtir)
09/08/2015
16/08/2015
Tenho um "problema":
Nao sinto compaixão, nem amor, mas não suporto ficar sozinho.
Nao choro por nada a não ser de raiva.
Sempre finjo q choro ou q to com saudades, outras coisas, pr pensarem q me preocupo, e coisas do tipo.
Isso é normal?
5 curtidas (Curtir)
16/08/2015
16/08/2015
Você se sente bem? Seu modo de ser prejudica alguém? Se a primeira resposta é sim é a segunda é não, esquente não.
8 curtidas (Curtir)
20/08/2015
Não iria comentar, mas resolvi faze-lo.

Também "sofro" com essa tal "desordem" que muitos aqui relatam, embora tenha já sentido o peso de uma saudade, a perda de um ente querido... nos dias atuais a situação apenas piora, é crescente a indiferença que brota no coração que bate em meu peito. Se torna cada vez mais comum o constante malabares de tramas na linha tênue de realidade e percepção. Digo isso pois uma vez que você percebe o resultado final de suas escolhas e consiga perceber que para cada ação tomada, existirá uma reação oposta e de mesma magnitude, o desfecho de qualquer trama se perde, uma vez que é tomado por impulso vários outros desfechos possíveis.

Sei que parece meio complicado, mas tentarei simplificar tal fato. Uma vez que se percebe o quão irrelevante se é perante a todo o resto, o significado e a "grandiosidade" de problemas pessoais fica ínfimo, e com isso você pode, ou não, ter uma visão maior de tudo, podendo considerar cada passo, cada trecho de destino, ou acaso se preferir, que o levou a aquele exato momento.

Diante de tudo isso, a relevancia humana, e de praticamente qualquer outra coisa perde-se, em uma imensidão de possibilidades e destinos nunca concretizados.

Espero ter ajudado, caso não tenha, não sinto muito, coube a você começar e continuar lendo essa resenha. Se tivesse parado de ler, o seu destino concretizado seria outro, essa informação não seria processada e armazenada em sua mente, e talvez algo grandioso acontecesse em um futuro proximo. Porém, devido a complexidade da trama que nos cerca a todo instante, isso é impossivel de se saber.

No mais. até logo.
12 curtidas (Curtir)
20/08/2015
20/08/2015
Não entendi, mas gostei. Muito do letrado, esse discurso. Achei foi vantagem. 😳
16 curtidas (Curtir)
25/08/2015
Boa noite doutor.
Tem vários requisitos que vou falar aqui e preciso de orientação sua para me ajudar. Então vamos lá:
Minha vida financeira está parada, por causa disso eu tento várias vezes procurar emprego, mandando currículos de porta em porta , também envio pelo e-mails, e fica difícil de ser chamado. As vezes sou chamando de entrevista e não sou convocado. E também fiz muitas provas no concursos e processos seletivos e outros exames: sempre sou reprovado. Tento isso há anos e até agora nada. Hoje continuo tentando mas estou desmotivado e cansado de tanta frustação que passei. Porque eu vejo as outras pessoas vivendo numa vida melhor, sorrindo, tendo seu próprio dinheiro, felizes. Todos eles estão em relacionamento estável com as namoradas, esposas. Curtindo em vários lugares para apreciar, em resumo. Todo mundo se dando bem as coisas, com sucesso, e eu no fracasso. mesmo eu tenha me esforçado demais. Estou muito cansado disso. Á vezes sinto até inveja pq eles se dão bem e eu não.
Outra coisa, eu sou cara social e não gosto de ficar sozinho. Teve situação que ajudei muitas pessoas e me importava com elas demais, mas tive uma grande decepção, pois fiz tudo para agradá-los e no retorno todos eles me desprezavam. Poxa ajudei demais e só levo um chumbo. Sinto uma raiva disso. Depois foi tanta a frustação que passei por todos esses anos. Eu não sei qual o caminho de luz para seguir o rumo da felicidade, me tornei pessoa fria sem me importar nada com todo mundo. A realidade é dura e ensina e não sei como aguentar. Tou precisando de sua ajuda para que eu seja feliz.
Espero que me ajude e agradeço . Abraços
5 curtidas (Curtir)
25/08/2015
25/08/2015
Olha rapaz, vivemos numa sociedade cada vez mais excludente. Ela exclui o pobre, o feio, o idoso, o que veio do interior, o negro, o depressivo, o gordo, o magro, o gay, o ateu, o desempregado e por aí vai o inferno. Não há paraísos sobre a Terra. Mas isso não é novidade: a sociedade humana sempre foi gladiatorial. E imagine se você vivesse num desses países do oriente médio, nos quais a intolerância político/religiosa é causa de massacres constantes, ou na periferia das grandes cidades brasileiras onde a guerra do tráfico torna a vida um exercício de desespero! Mas não torne pior o que já está ruim, sendo um cara amargo, raivoso e vingativo. De nada vai adiantar sua revolta contra as regras de um mundo que parece existir só para lhe maltratar. Nem espere gratidões daqueles aos quais você ajudou, pois a gratidão é o mais frágil dos sentimentos humanos. Além disso, o mundo está aí, não vai mudar no espaço de algumas gerações. Portanto, adapte-se, pois do contrário a seleção natural lhe reservará um lugar no enorme exército dos perdedores. Você tem saúde, escreve bem, não está acomodado e deseja um espaço de conquista. Pois vá à luta, seja vendendo pipocas, lavando carros, limpando sanitários ou assando espetinhos, enquanto se lembra de que GORKI (o maior escritor russo) foi mendigo, BEETHOVEN era surdo, SILVIO SANTOS foi vendedor ambulante, RAY CHARLES era cego, MANDELLA ficou preso durante mais de vinte anos... Enfim, a glória e a miséria do Universo estão dentro dentro de cada um de nós. Cabe a você escolher de qual dessas forças interiores vai tirar energia para embalar seu futuro. Todos os dias milhares de pessoas acordam e não sabem, quando se levantam, se e onde conseguirão a próxima refeição. E milhares de crianças choram com fome. Pense nessas duras existências e se inspire nessa consciência da dureza do destino humano, dizendo-se: "vou encontrar meu caminho, vou buscar conhecimentos, vou sobreviver e vou ajudar pessoas".
35 curtidas (Curtir)
27/08/2015
Boa dia Doutor, gostaria de saber o por que de algo que eu batalho tanto quando atinjo esse objetivo eu desanimo.. é como se eu não desse o valor proporcional ao esforço que fiz. Nos meus relacionamentos segue nessa linha... é como se nada me satisfaça. E continuo vivendo, parece que num ciclo vicioso na vida que só terminara na minha morte.Como posso resolver isso? Essas coisas me fazem ficar muito pensativo e as duvidas e cada vez mais questionamentos só aumentam... Tente me ajudar com sua sabedoria.
4 curtidas (Curtir)
27/08/2015
27/08/2015
Esse mal estar existencial aflige a todos. No final de sua vida Cristovão Colombo disse: "- Só fui feliz enquanto não descobri a América". Por que é assim? Porque o homem é um animal desejante. Essa é a nossa fortuna como espécie, mas essa é a nossa desgraça como individuos.
16 curtidas (Curtir)
24/09/2015
Não me acho muito normal. Eu não consigo sentir saudade de ninguém. Quando alguém diz que está com saudade sinto-me forçada a mentir, dizendo que também estou com saudade. É muito ruim, pois não gosto de mentir. já passei uma semana fora de casa e só senti falta da minha cama. Faz anos que não vejo alguns amigos, no entanto não sinto o menor sentimento de saudade. Qual o meu problema?? Eu gosto dessas pessoas.
3 curtidas (Curtir)
24/09/2015
24/09/2015
Não sentir saudade não é nenhuma anormalidade. Você é uma pessoa com suas características pessoais de personalidade, preferindo o presente ao passado. Não se culpe, não se torture por isso. É seu modo de ser. Além disso, saudade é coisa ruim demais. Experimente não.
10 curtidas (Curtir)
04/10/2015
Dr, eu não sinto nada por ninguém NINGUÉM.. Nem mãe, nem pai, nem familiares.. E eu lembro do que aconteceu: eu sempre fui uma garota muito sentimental, transbordava amor por todos, gostava de todos, me apegava fácil ás pessoas e assim me machucava mais fácil ainda, chorava fácil também.. Enfim, isso aconteceu esse ano em fevereiro, eu tinha uma dor muito grande no coração( por causa de um relacionamento, me apeguei demais, coloquei o garoto em 1º na minha vida, e passei o que tinha que passar..) não sei se era amor, mas se foi, era um amor doentio.. Eu fiz um fake só pra falar com ele.. Já combinei de segui-lo(não pra matá-lo, Claro q não, mas descobri mais, onde morava, com quem ia pra casa) ahhh e eu era muito ciumenta muito mesmo, enfim o tal sentimento era doentio.. E eu passei 2014 todo sofrendo(sem vê-lo ), sentido algo que eu não sabia o que era, e eu não conseguia mais gostar de nenhum outro garoto.. Em fevereiro, em uma noite normal, dormi e sonhei com esse garoto..quando eu acordei no outro dia, estava tudo estranho, era como se fosse o primeiro dia, acordei e só notei o que estava acontecendo depois.. Aí eu percebi que não sentia mais nada, NADA, NENHUMA DOR ! NADA INCOMODAVA MAIS ! No começo pensei que logo passaria, q era coisa da minha cabeça.. Mas estou assim até hoje... O pior é que eu era uma pessoa amorosa, carinhosa com todos, e hoje mesmo não sentindo nada, eu ainda sou carinhosa com as pessoas.. E eu juro que não é forçado.. Eu realmente sou assim sem sentir nada por eles! E eu não consigo aceitar isso, ainda não me acostumei com isso. É um vazio enorme Dr! Eu tenho a consciência de que eu preciso de ajuda, que preciso ir em um psicólogo! Eu tenho medo dessa dor, esse tal sentimento voltar..
E sobre o garoto, ele voltou e se declarou... E graças a Deus, eu não sentir nada! Expliquei conversei.. E coloquei um ponto final! Ainda não sinto nada '
Espero que um dia isso passe '
3 curtidas (Curtir)
04/10/2015
04/10/2015
não consigo amar ninguém, nem mesmo meu cão ou meu gato,as vezes o fato de eu não gostar de ninguém me deixa muito feliz, assim como as vezes me deixa muito triste. Isso pode ser transtorno bipolar?
3 curtidas (Curtir)
04/10/2015
04/10/2015
Isso é só falta de vontade de amar.
4 curtidas (Curtir)
14/10/2015
Ai DR, com tudo que li me identifiquei
Não amo, não sinto dó nem compaixão e não tenho mágoas. O meu pai morreu e também não senti nada. E logo q fiquei sabendo esqueci como algo irrelevante. Eu não posso dizer que n gosto de ser assim
Mas pq sou assim
3 curtidas (Curtir)
14/10/2015
14/10/2015
Pois que assim seja. Afinal, há várias maneiras de ser. Esse seu comportamento é socialmente aceito, pois você não causa danos a ninguém. Imagino que, assim sendo, você vive num completo isolamento. Considerando a insanidade geral na qual estamos cada vez mais imersos, sua opção não deve ser tão penosa. É como se você se portasse como um espectador distante desse teatro chamado vida.
8 curtidas (Curtir)
26/10/2015
Olha... eu me vejo como se eu observasse a peça em cima do palco. Pq, eu sou muito egoista. Eu vejo as pessoas como, oque elas podem fazer por mim, e nao quem sao.
Tipo... exemplo: eu tenho uma amiga que me faz companhia no curso, ai ela fica doente, e eu penso, ela nao pode morrer si não vou ficar sozinha no curso.
So que e estranho pq eu tenho muita impatia por todo, por isso me sinto em cima do palco.
E bestera minha? Kkk
2 curtidas (Curtir)
26/10/2015
30/10/2015
Minha vida é um filme muito chato e repetitivo. Não confio em ninguém além de mim mesma e só me amo.
2 curtidas (Curtir)
30/10/2015
12/11/2015
Eu também não tenho sentimentos , não gosto das pessoas e não gosto de ser tocado , tenho nojo da pele das pessoas , eu tento ser como as outras pessoas . Eu ao invés de pedir saúde pra Deus, mesmo não acreditando nele, eu peço que ele me de um câncer. Não tenho medo de morrer, já procurei uma arma pra me matar , mas as pessoas que têm arma, por segurança não me emprestam .
1 curtida (Curtir)
12/11/2015
12/11/2015
Se você estivesse mesmo decidida a acabar com sua vida já teria feito isso. Você está pedindo ajuda. E deve procurá-la. Combata essa depressão. Mantenha sua vida, pois ela é a única opção. Procure ler sobre o assunto na web, procure ajuda médica. Suicídio não é solução.
12 curtidas (Curtir)
18/11/2015
Olá, Pq não consigo amar alguém? Falo de namorar.. já namorei 3 vezes, mas parece q não sinto amor. Só o gostar! Não entendo isso.
3 curtidas (Curtir)
18/11/2015
20/11/2015
A vida éh loka
2 curtidas (Curtir)
20/11/2015
05/12/2015
Eu achei desnecessário mandar essa mensagem, mas desde quando levei o maior pé na bunda, depois de me declarar e depois que meu melhor amigo foi embora e outras casos pessoais. mas eu sentia isso desde criança, mas não era tão desprezível igual agora,eu não senti nada por ninguem,eu não ligo se alguen morrer não importa o nivel de parentesco,quando alguem morre eu não me importo. Não estou forçando nada para constar. pareçe que meu coração é um buraco negro sem vida. Hoje fui pega algumas compras e vi um colega de escola e ele me falo..-Eae você vai ao churrasco que a sala fez.eu disse que não fui e não tinha a menor ideia.encrementando eu não tenho nenhuma riga com nimguem na sala eu gosto de ficar sozinho e quieto sem mecher com nimguem eu até converso as vezes mas só. ele saiu e foi embora quando eu virei de costa eu não sei o por uqe mas eu ri não foi um gargalhar foi mais uma risada sinica mesmo e voltei pra casa e não senti nada ao ser excluido não amo nimguem nimguem mesmo só me arrempendo do passado mesmo por não ter feito o certo mas acho que prejudiquei mas é isso espero ter servido de algo para alguem!.
4 curtidas (Curtir)
05/12/2015
05/12/2015
Nunca amei um parceiro, amo a ideia de amar, mas não consigo por em pratica o que idealizo na teoria. Não acho que tive relacionamentos ou pessoas ruins, acho que tenho algum bloqueio, me entediei com todos que conquistei - os que não consegui, apenas esqueci . Tenho boas intenções , mas estou perdendo as esperanças em mim ... Não consigo superar o primeiro estágio de uma relação - motivação/descoberta/conquista . Fico na superfície da onda sem mergulhar e depois de algum tempo, pulo fora e vou ao encalce de uma nova praia . Amor existe ou li e vi filmes românticos demais ? Desejo o impossível ou sou incapaz ?
4 curtidas (Curtir)
05/12/2015
07/12/2015
Não pude deixar de me identificar com essas situações. Na verdade, eu não sou nenhum pouco parecida, mas gosto de uma pessoa que é exatamente assim, ele carrega muitos traumas e por isso se fechou. Ja tentei ajuda-lo muitas vezes mas não consigo, ele não sente nada por ninguém. Tem solução?
1 curtida (Curtir)
07/12/2015
11/12/2015
POR FAVOR ME AJUDEM !!!Bom, eu amo muito meus animais, os projetos com minha própria vida se precisar, já até ventrei na frente do carro para que não atropelassem meu cão. Bom nessa época eu tinha carinho e amor muito grande pela pessoas. Diferente de hoje que sinto isso só por animais. Por favor alguém pode me ajudar a entender o que aconteceu comigo? Bom, explicando melhor até meus 22 meu maior sonho era ir para África ser voluntária em algum projeto, meu segundo maior era ser mãe. Hoje se eu ver alguém cair só ajudo a levantar por aparência. Pq por mim passava por cima. Não acho que valha a pena fazer nada bom por um humano. As vezes me sinto nojenta. Pq eu não tenho nem um pouco de identificação com o sofrimento alheio, que antes era tão importante para mim. Sinto que diminui o meu amor pela minha família. Sei que se eu visse alguém matar uma pessoa eu não daria a mínima. O que eu sou? Só uma filha da puta, uma psicopata o que eu sou????
2 curtidas (Curtir)
11/12/2015
11/12/2015
Êêêê cabra, para com essa autoflagelação. Não faz sentido viveres nesses extremos: ontem querias ir pra África se sacrificar em trabalhos missionários. Já hoje, com essa intolerância para com os outros, mais pareces um mercenário. Vivemos hoje num mundo bizarro, no qual as relações familiares, sociais, profissionais e pessoais se tornaram superficiais, frias. Sua atitude mental nada mais é do que uma resposta inconsciente do seu cérebro a tudo aquilo que lhe está em volta. Você nada mais se tornou que um exemplar humano urbano moderno. Não foi você que se tornou uma filha da puta, uma psicopata. Quem ficou assim foi o mundo que lhe está em volta. Você é só um espelho refletindo o mundo no qual vive. Leia Spinoza: "nem rir e nem chorar, apenas entender".
8 curtidas (Curtir)
17/12/2015
Olá, tenho 19 anos um irmão de 29 que recentemente teve uma filha. Eu simplesmente não sinto amor por ele nem pela filha dele, é algo completamente indiferente. Sabe quando pra você tanto faz? E as pessoas falam tanto que você tem que amar o irmão, que tenho que amar a filha dele, como se fosse uma obrigação minha. Mas eu não consigo, já tentei e por vezes perguntei a vida o porque tenho um irmão. Não sinto nada por ele, olho pra criança e não me desperta nada, nenhuma emoção nenhum sentimento, a unica coisa que quando ela nasceu eu senti foi tristeza. E fico com uma raiva dele dentro de mim, e da filha, e da mulher de eu ter que ver a cara deles agora nas festas de final de ano e também quase surto de ver minha mãe no mimo com a criança. Várias vezes pensei: "puta que pariu porque essa maldita criança nasceu?". Me sinto estranha de não conseguir amar tanto ele como a filha. Não sei o que fazer.
1 curtida (Curtir)
17/12/2015
17/12/2015
Fuja daí, vá morar em outro lugar, outra cidade, senão você vai ficar MALUCA. Mais ainda. Ambientes familiares como este no qual você está vivendo são tóxicos. Conheço uma família na qual a mãe instigou um clima tão competitivo entre os filhos que um irmão terminou matando o outro, induzido pela inveja. Há mães que valorizam, elogiam demais um filho e menosprezam os outros, gerando sentimentos destrutivos entre eles.
8 curtidas (Curtir)
27/12/2015
Um conselho a todos que estão lendo: vamos ter um minimo de respeito pois estes casos são privados e as pessoas estão colocando em publico mas não temos direito de debochar delas.
Quero que todos saibam que amando ou não, vocês têm meu respeito e sim para tudo há uma cura !

enavista@hotmail.com
9 curtidas (Curtir)
27/12/2015
03/01/2016
Bom dia! Li alguns casos e o meu se enquadra um pouco. Sou solteira 37 anos filhos de 19 e 16 e tirando eles e pais não LIGO para mais nada. Sempre ajudo as pessoas quando estão precisando mas as amigas me procuram e dizem estar com saudades, porém, não sinto saudade de ninguém. Já me apaixonei muitas vezes sofri muito mas nenhum marcou de verdade para achar ser amor. Amo os animais mas não sou grudada, outra coisa é eu cair tão fácil na rotina, mudo sempre de emprego, tem dias que eu estudo, outros muito curso, filmes, plantas, deitada, fazendo sites, vendendo, faço duas faculdades,e mais um monte de atividades o que me atrapalha pois eu acabo não sendo ótima em nada pois é muita coisa e tem dia que não quero fazer nada.
Tem um nome p isso? Agradeço. Silmara
2 curtidas (Curtir)
03/01/2016
03/01/2016
Abelhinha chamada Silmara,
porque você me encara?
Não sou uma flor,
não tenho o mel
que vai aliviar tua dor.
Esqueça os bocejos
Evite os gemidos.
Não tente entender
a intenção da realidade.
4 curtidas (Curtir)
09/01/2016
Já eu acho que amo, mas não amo ninguém. Dá vontade de pegar uma arma e sair atirando
2 curtidas (Curtir)
09/01/2016
26/01/2016
Boa tarde ,
Pode uma pessoa ter preocupação com tudo , mas não ter sentimentos por outras pessoas as vezes até para se preservar ?
Sofri um acidente em 2008 onde passei e aprendi muitas coisas, sofro com muitas dores até hoje no braço que tive lesão de plexo.
Trabalho e me esforço muito ,mas quando é para parar e ouvir o outro se lamentar eu não consigo. Eu não ligo nem busco ninguém, para evitar um "está tudo mais ou menos" . isto é normal ?

Grato desde já !
3 curtidas (Curtir)
26/01/2016
26/01/2016
Isso é muito normal é muito do bom. Tô com inveja de ti. Sartre (Jean Paul Sartre, o filósofo existencialista francês) disse "o inferno é o outro". O outro que nos cobra, controla, aluga, ilude, inferniza a vida... Se você conseguiu se tornar independente do "outro" (aqui representando toda a espécie humana) é uma vencedora. 👏👏👏👏
6 curtidas (Curtir)
25/02/2016
O psicopata pode ter consciência de seu transtorno?
5 curtidas (Curtir)
25/02/2016
25/02/2016
Sim.
3 curtidas (Curtir)
12/03/2016
ISSO NÃO É DOENÇA, É "PODER".NESSAS CONDIÇÕES VOCÊ PODE SE DEDICAR MAIS À LOGICA E
RAZÃO,SER MAIS RACIONAL. O FATO DE NÃO TER SENTIMENTOS NÃO QUER DIZER QUE VOCÊ
NÃO POSSA ENTENDE-LOS.
3 curtidas (Curtir)
12/03/2016
27/03/2016
Não tenho rancor por ninguém, porem não consigo amar e nem sentir falta. Ao ser beijada, não senti prazer e nem paixão, mesmo sabendo do sentimento da outra pessoa. Gosto de sentir o abraço, o carinho pq é algo que não tenho sempre. Mas não sinto falta nenhuma, é um momento. E por querer sentir algo acabo me chateando por não conseguir, não vivo luto dos familiares, gosto da minha familia, mas ficaria por meses sem eles. É lindo dançar com a solidão, eu gosto de me ver e de me amar. Apenas eu mesma, às vezes penso que seja algum trauma, pq meus pais são separados, presenciei algumas coisas, assim como irmão, pai e mae trairam minha confiança, lembro que chorei muito por isso, sofri mesmo, e sempre que rola uma discussão, vem esse sentimento de volta dentro de mim. Mas passa. Conheci um menino, que me acha incrível, ele me trata como eu gostaria que alguem que eu amasse me trataria. Mas eu não consigo sentir nada, me sinto egoísta por querer sentir algo e não conseguir, estou mentindo sentimentos que não tenho. Ele perguntou se estava com saudades, mas na verdade não. É como se ele fosse um conhecido que eu beijo as vezes e mais nada! Ajuda.
3 curtidas (Curtir)
27/03/2016
27/03/2016
Ajuda? E você precisa disso. Ora, cada um tem sua verdade, seus mecanismos de equilíbrio emocional. Se você se sente segura erguendo muralhas emocionais, que assim seja. De vez em quando faça tentativas de lenta aproximação com alguém que te pareça interessante, agradável, instigante. Se começar a ficar sem graça, arraste os ferros, volte para a torre do seu castelo. Não existe "A" fórmula da felicidade. E ninguém está impedido de ser feliz sozinho.
7 curtidas (Curtir)
29/03/2016
Meu nome é I. Desde um certo tempo eu venho percebendo que não tenho interesse em me relacionar afetivamente, namoro e seus derivados tantos para o lado masculino ou feminino. Eu tenho essa característica desde que eu me entendo por gente. Me lembro claramente quando eu era adolescente e via, as pessoas se pegando na esquina, a galera iniciando suas atividades sexuais, e eu sempre me perguntando o porque de tal comportamento comigo e suas diferenças. Por outro ângulo, já tentei forçar as coisas mas não obtive exito. Ao todo, isso tem despertado a minha curiosidade em saber o porque eu possuir tal comportamento, haja visto que vivo em uma sociedade, cujo comportamento é o oposto ao meu. Desde já agradeço!
4 curtidas (Curtir)
29/03/2016
29/03/2016
Olá I.
Mira só, já vislumbrei um benefício do teu ascetismo: escreves bem bacaninha. 👏👏. Se tivesses te dedicado aos amassos, ao hedonismo adolescente, não terias aprendido a escrever (e, por consequência, a organizar tão bem teus pensamentos).
Não existe, cara I., "a fórmula" de viver, assim como não existe uma só pontuação para todos os pés, um só modelo de roupas, uma estatura única, ou uma só cor de pele para todos os humanos. Portanto, vai te aceitando como és, vai tateando com cuidado, tentando traduzir, curiosa, os relevos dessa muralha escura que é o viver. E retire daí o brilho luminoso das auto-descobertas, fugindo das armadilhas que nos apronta uma bruxa feiosa, amarga e astuta chamada "culpa". Navegando entre a chuva e o sol, entre o ascetismo (negação dos prazeres mundanos, carnais) e o hedonismo (busca constante do prazer como o único objetivo da vida). Largue a segurança ilusória do cais do porto e se lance às tormentas do mar deste vasto universo que é a vida. Lembrado os existencialistas, os quais dizem que "o inferno é o outro" (aquele que está ao seu lado, no trabalho, no lazer, no amor, na família). Porém, sem esquecer os marxistas dialéticos, que dizem: "inferno e paraíso nada mais são que irmãos siameses".
Se queres minha fórmula para não sofrer tanto com as aprontações "dos outros", te empresto meu caderninho, onde está escrito: ler muito, malhar muito e trabalhar muito.
Inté.
8 curtidas (Curtir)
05/04/2016
Eu queria muito ler todos os comentários que aqui foram postados, porém são vários, e a maioria são textos razoavelmente grandes. Eu pensei muito sobre isso, sobre não conseguir amar, sobre achar que amor não dura ou não existe, então pesquisei sobre o por quê de algumas pessoas não conseguirem amar, e acabei encontrando este site, li alguns comentários e me identifiquei muito com eles. Eu já me apaixonei, tenho consciência disso, porém só tive dois relacionamentos na vida, que não passaram de um ano porque eu me sentia entediada com o namoro, eu achava aquilo entediante, então, para mim, o amor sempre foi um sentimento "desnecessário", eu ajo muito seguindo a minha razão, porquê, ao meu ponto de vista, minha razão não me decepcionaria tanto quanto um amor ou um relacionamento. É extremamente raro eu sentir falta de alguém ou saudades de alguém. Vivi a vida inteira sem meu pai, e nunca senti a falta dele ou de uma figura paterna, não tenho saudades dos meus amigos e parentes, não choro com facilidade ou me estresso com facilidade, não fico rindo facilmente, eu simplesmente sou neutra à tudo, eu fico no meu canto, com os meus sentimentos, e às vezes, penso que os guardo tanto que desaparecem dentro de mim, e por isso penso que não os tenho. Eu queria que as pessoas não me achassem "fria" porquê gosto de ficar sozinha, porquê não me comovo fácil ou por quê não começo a rir de uma piada boba que algum amigo conta para a turma. Gosto de pegar meus livros e meus fones, sentar em um canto, sozinha e apenas ler e ouvir algumas bandas de rock e alguns artistas clássicos. Outro motivo de não conseguir amar (na minha opinião) é que eu pego muito a dificuldade e tristeza das pessoas, eu tento ajudá-las e absorvo aquilo para mim, sei que faz mal apenas à mim mesma, mas é inevitável.
Enfim, é bom saber que não sou a única que é assim, é bom saber que mais pessoas se sentem como me sinto
Me perdoem pelo texto enorme, imagino que muitos não lerão, mas aqui vi uma oportunidade de desabafar, e era disso que eu precisava: Desabafar com alguém.
À todos que vieram aqui, à todos que não conseguem amar, espero que tenham um bom motivo para saber o que é amor um dia, assim como eu espero que eu mesma tenha.
Espero que não tenham medo do desconhecido, talvez o amor leve às lágrimas... Mas eu, sinceramente, queria muito saber amar alguém.
8 curtidas (Curtir)
05/04/2016
05/04/2016
Você redige muito bem. Seria uma grande escritora de romances. Quanto ao lance de não curtir afetos e carinhos, dá um tempo. Um dia, quando vc menos esperar, vai aparecer um sonzinho diferente na tua cabeça e um friozinho na barriga, quando conheceres alguém que te agrade. Aí então, solta as amarras e corre pro abraço.
4 curtidas (Curtir)
07/04/2016
Olá Dr. sou extremamente sentimental, apegada as pessoas, adoeço quando estou longe das que amo, chego a dar febre e entro numa tristeza profunda. Faço tempestade em copo d' água. Choro de alegria, tristeza. Sou intensa demais. O que faço pra melhorar? Devo procurar um psiquiatra?
1 curtida (Curtir)
07/04/2016
07/04/2016
Se meta com psiquiatra não. É coisa de doido. Curta seu modo de ser. Deve ser bom demais. Só procure calibrar as manifestações afetivas, pra não assustar as pessoas que você curte.
5 curtidas (Curtir)
07/04/2016
DR. CERQUEIRA O SENHOR ARRASA NOS COMENTÁRIOS !!!!!!!!!!
SE FREUD FOSSE VIVO ESTARIA NESSA PAGINA PEDINDO ORIENTAÇÕES......
4 curtidas (Curtir)
07/04/2016
07/04/2016
😋 😘
7 curtidas (Curtir)
14/04/2016
apos eu ter terminado com minha ex eu passei a nao gostar nem amar mais ninguem nem a ela. mas quando eu estava com ela eu amava ela pra caralho agora parece que to fechado '-' isso é normal?
1 curtida (Curtir)
14/04/2016
14/04/2016
"Amava ela pra caralho"...?? 😳. Uau, quanta sensibilidade!! Pelo visto você não era do tipo que escrevia poemas ou enviava flores para a amada. Já "caralhos" não deviam faltar à sua musa.
Mas não se inquiete, sua situação pode ser definida com "estresse pos-traumático". Lamba as feridas, dê um tempo e quando menos esperares encontrarás outra pela qual se sentirás atraído, à qual voltaras a dedicar todo o teu amor. Um amor "do caralho"...👹
8 curtidas (Curtir)
18/04/2016
Bom dia, doutor, estou de certa forma confusa. Sou uma pessoa bem carinhosa, mas nunca tive um animal e agora depois de tanto tempo , aos meus 20 anos, ganhei um e sinto um aperto no coração e quero devolvê-lo ... Como se não pudesse te-lo ou me apegar .. Um ser que depende de mim me parece assustador demais. Se com um cachorro estou agindo assim, imagina quando chegar a hora de ter filhos. Não saberei como me portar neste momento..
2 curtidas (Curtir)
18/04/2016
18/04/2016
O instinto materno é muito poderoso. Assim, se um dia tiveres um filho toda a tua memória ancestral inconsciente te conduzirá instintivamente para a proteção do neném. É assim que funciona na natureza. Nem se preocupe com isso. Agora, quanto à criares um cachorro, nada mal. Assim já irás aprendendo o que será conviver com um marido. 😂
10 curtidas (Curtir)
01/05/2016
Dr., já tive vários namorados e terminei com todos pois não consigo sentir nada por eles, o que devo fazer?
1 curtida (Curtir)
01/05/2016
01/05/2016
Experimente uma namorada 😂😂
12 curtidas (Curtir)
03/05/2016
Dr, eu estava lendo estes artigos, e meio que me enquadrei em certos argumentos aqui. eu sempre fui uma pessoa super hiper tímida, tinha ataques de pânico quase todos os dias na escola. Essa timidez me fez perder quase todos os amigos e hoje não tenho qualquer vida social, sou um fantasma na minha cidade. Enfim, aos meus 16 anos eu meio que surtei e fiquei meio que uma estátua. Fiquei durante um ano só analisando o que eu tinha de errado e o que eu tinha perdido por essa timidez, e disso eu vi que eu tinha uma raiva quase que incontrolável de todo mundo. Então, com 17 anos me deu vontade de matar, a vontade vem de uma hora pra outra, é como que tivesse me consumindo, eu não quero ser assim, é horrível, queria ser igual as outras pessoas, mas parece que tenho uma coisa a menos ou a mais que as outras. sei lá, hoje com 18 anos minha raiva está só aumentando, estou já torturando até meus animais de estimação, na hora da raiva, mas depois eu me arrependo e fico mal, mas essa merda está cada vez mais crescendo e esses dias cheguei até a planejar um assassinato, cheguei a pegar os objetos e me preparar para o ato, mas desisto. eu estou com medo disso, e ainda vou acabar ne matando. 😩
2 curtidas (Curtir)
03/05/2016
03/05/2016
Da mesma maneira que as pessoas com problemas no funcionamento do coração, da vesícula, dos pulmões, dos rins e dos demais órgãos precisam de ajuda médica para que eles voltem a funcionar normalmente (reencontrando o equilíbrio) aqueles que apresentam um problema no funcionamento do cérebro, da mente, precisam de auxílio médico para restabelecer o equilíbrio do pensar e do agir. O fato de você me enviar essa mensagem mostra que você tem consciência de que precisa de ajuda e deseja obtê-la. Sempre se pergunte, ao pensar em tomar uma atitude, para que ela servirá. "Para que serve?", pergunte-se sempre que pensar em torturar animais, matar-se ou matar alguém. A vida é muito bonita, em qualquer circunstância. Você tem toda uma vida pela frente. Ocupe-se, procure uma ocupação, um trabalho, seja ele qual for: por exemplo, participe de uma equipe de vendas, pois esse é um tipo de trabalho no qual os profissionais têm um sólido espírito de equipe e de solidariedade, sendo muito unidos. Pratique um esporte, pois esse também é um canal de conexão com outras pessoas e de busca de superação. Faça parte de alguma igreja, como por exemplo dos evangélicos, pois este é um grupo muito unido e solidário. E leia, leia, leia. Você é uma pessoa inteligente, escreve bem. Vá ao Google, leia sobre depressão, transtorno explosivo intermitente, impulsos de auto-extermínio, etc. E não deixe de procurar um psiquiatra, pois é provável que, por algum tempo, você vá necessitar de medicamentos, até que consiga superar essa fase, que não é rara em pessoas da sua idade. Segure essa barra, diga a você mesmo: "vou conseguir" e não esqueça de que se você quiser e lutar com perseverança sairá dessa. Leia o livro LONGE DA ÁRVORE. Ele lhe ajudará muito. Boa sorte. Conte aqui com o amigo. Abraço.
4 curtidas (Curtir)
11/05/2016
boa noite, até passo numa psicóloga e as vezes pergunto se eu sou esquizofrênico por não conseguir amar a uma pessoa com a qual estou ha quase dez anos. Eu não sei o que fazer, não consigo ama-la e nem tao pouco odia-la. Pergunto: isso eh normal? eu sei q as vezes me sinto sufocado de tanto ouvir dela q me ama, q me ama e eu não sinto nada por ela. Nós temos um filho, talvez seja o q segura ainda a nossa relação, mas não aguento mais.
1 curtida (Curtir)
11/05/2016
11/05/2016
Muito bem, se a relação está assim, nessa fase avançada de degradação afetiva, ao ponto de você dizer "não aguento mais", toma teu rumo, cai fora. Mas te prepara, lá fora o mundo é cruel e você vai sentir falta dessa vozinha, só dizendo: "te amo, te amo, te amo." Quem sabe, tu vais te amarrar numa outra, de quem ouvirás: "cadê a grana, mané?", "toma um chifre, abestado!", "sai prá, feioso"...
4 curtidas (Curtir)
13/05/2016
Olá a tds.
Bem,li todos os depoimentos e em cada um deles havia algo sobre mim.

Bem não irei digitar tudo que sinto e penso aqui ( não por preguiça ou outra coisa e sim pela minha maldita que timidez banhada no medo que me controla até na internet)começarei aos poucos...

Como dizeram ai em cima eu tbm sou muito timido, e isso me fez perder muita coisas legais na vida. Momentos que todos passam em seus tempos de estudantes como namorar, beijar e sair. Ela me me prendeu e impediu que eu fizesse tudo isso e até hj ela insisti em não me deixar viver. Hj com meus 27 não evolui em nada na minha vida e a cada dia que passa me sinto um nada e até me questiono do pq continuar vivendo.

Para ter ideia um simples beijo que para todos é algo normal para mim se transforma em um bicho de 7 cabeças, esse bicho que me persegue desde os tempos de escola, por não saber beijar e nunca ter me envolvido com ninguém me fez se isolar e afastar sendo que o NORMAL seria o contrario.

Não consigo me interessar por alguém para me relacionar e quando alguém se interessa eu entro em desespero. Me falta ar e a vontade é de sumir e desaparecer.

E agora para ajudar, parece que estou desconfiando de que gosto de ambos os sexo, mas deixaria para uma outra oportunidade, se conseguir.

O que você poderia me dizer sobre todos esses dilemas em minha vida DR?
1 curtida (Curtir)
13/05/2016
13/05/2016
Que confusão 🙃😳!! Tá difícil. Tô indo, vazei.
3 curtidas (Curtir)
17/05/2016
Alguém aí?
2 curtidas (Curtir)
17/05/2016
28/05/2016
Eu sabia...
Sabia que havia pessoas na mesma situação que a minha...

Não considero solidão uma coisa ruim

Apesar de ser difícil
É necessário se acostumar com isso

Sempre seguir em frente
Como o Dr. disse
Um dia vc vai conhecer aquela pessoa especial que não vai te deixar dormir direito.

Mas o meu lance é o mesmo de vários que falaram aqui antes de mim

Sinto que essa solidão esta me deixando seco

Eu sinto uma certa angústia por estar nessa condição
Me sinto vazio...
2 curtidas (Curtir)
28/05/2016
28/05/2016
Esse mal estar é típico da nossa época. Só os idotas não sentem o vazio ao qual te referes.
4 curtidas (Curtir)
29/05/2016
pareço um pouco com você, não me apego com ninguém e nem faço questão de amizades. me chamam de antissocial, mas prefiro ser antissocial do que ser falsa.
2 curtidas (Curtir)
29/05/2016
29/05/2016
👏👏
1 curtida (Curtir)
14/06/2016
Vim aqui por acaso e acabei me identificando. No caso eu consigo ate sentir alguma coisa: é pelo meu irmão mais novo. Mas de resto mais nada, não amo meus pais, eu tento, mas como eles me bateram e até um certo ponto judiaram e acabaram comigo pscicologicamente quando fui criança, não consigo sentir nada por eles e mais ninguém, só raiva e angustia. Eu tenho uma auto estima muito muito baixa, nada me satifaz, já pensei até em suicídio, até com psicólogo eu conversei, mas tenho uma coisa que não consigo libertar e que me corrói por dentro: tenho raiva de todo mundo e tenho um desejo de querer ser melhor que todos e tudo, mas como na minha vista eu sou um fracasso nem atitude tenho, com medo de falhar. Hoje sou um bosta que foi demitido de uma empresa boa e que podia me dar uma boa chance de carreira, e que vai dormir 6 hrs da manhã acorda as 14, vai pra escola de noite e mais nada. O meu mundo parou, as vezes tenho um surto de raiva e saio brigando com todo mundo, tenho medo pois já pensei em matar algumas pessoas, mas não sou uma pessoa má, entende? pode me dar uma ajuda?
1 curtida (Curtir)
14/06/2016
14/06/2016
Caro amigo, ninguém poderá lhe ajudar, a não ser você mesmo. Tome uma atitude, se dê valor. Planeje por onde você vai começar a reconstruir sua maneira de ver a si mesmo e aos outros, pois com essa opção auto-destrutiva sua trajetória será uma tragedia pessoal. A pergunta é: para que serve tamanha amargura, tanta revolta improdutiva? Teus pais te batiam? Os meus também fizeram muito isso. Não vamos culpá-los por isso. Para muitos pais educar é espancar. Eles na verdade nos prepararam para o mundo adulto, que nos espanca a todos, todo o tempo. Raiva de todo mundo? Quem às vezes não o tem? Mas não esqueça de que nada se constrói com ódio, rancor e revide. Compre um par de óculos com lentes cor-de-rosa, meu caro. Ou então, tome, leve os meus, emprestados. E atire bem longe essas lentes escuras com as quais você mira a você e ao mundo. Pergunte-se sempre, em qualquer circunstância: "de que me servirá essa atitude?", "que benefício terei, ou a alguém concederei, se tomar essa atitude?".
3 curtidas (Curtir)
18/06/2016
Dr, tenho 19 anos, trabalho normalmente, estudo, quando era mais novo lá com meus 14/15 anos, eu conheci uma garota, gostei dela, amei ela, sabe porque digo que a amei? lembro dela até hoje. Pois bem, 4 anos se passaram, desde então é só tive paixões passageiras, atrações, mas sempre me senti triste, tenho amigos e tudo mais, mas não tenho nenhum sentimento, algo que me prenda, sofri na adolescência, meus pais não ligavam para mim, me deixavam de qualquer jeito, já morei na rua, mas voltei, não tenho magoas dos meus pais, hoje eles me amam, mas eu, "EU" já não tenho sentimento algum, só raiva do que eu sou, muitas lembranças do passado, tristeza, saudade, não sinto mais amor, não consigo me imaginas daqui pra frente, meu erro é olhar muito pra trás, sofro com isso ha 4 anos, pode me ajudar?
1 curtida (Curtir)
18/06/2016
18/06/2016
Só quem pode, de verdade, ajudar você é você mesmo. De qualquer modo, aqui vão alguns conselhos:
1. Esqueça essa menina. Ela já não existe mais. O grande filósofo grego Heráclito disse que "nunca nos banhamos duas vezes no mesmo rio". Com isso ele quis dizer que até mesmo a natureza se modifica sem parar, pois a água que te molhou uma vez naquele rio já não será a mesma quando lá estiveres de novo. Da mesma maneira são as pessoas. De que adianta querer conviver de novo com as crianças que foram nossos colegas de colégio na infância. Reencontra-los será um constrangimento, pois agora já são adultos, muito diferente do já foram um dia. Assim é essa ex-amada. Ela já não existe mais, agora é uma outra pessoa. Além disso, aqueça quem lhe aquece e esqueça quem lhe esquece.
2. Olhe só para a frente, pois lá é o onde está o futuro e só o futuro tem importância. O passado é uma carga pesada. Retire esse peso das suas costas, atire-o à beira da estrada da vida e siga alegre mirando o futuro.
3. Pratique uma hora de atividades físicas por dia (caminhada, corridas, natação, muaculação, tênis, etc).
4. Perdoe a quem lhe fez ou faz mal e esqueça, no dia seguinte, tudo de ruim que lhe aconteceu.
5. Cultive amizades e seja simpático e cortes com todas as pessoas que lhe estão em volta. Fará muito bem a você.
5. Trabalhe muito e de modo sério, dedicado.
6. Aproveite a maravilha que é ter 19 anos de idade. Ah, eu daria tudo, faria qualquer coisa para voltar aos 19 anos!!! 😊😊. Essa é a maior riqueza que alguém pode ter. O mundo de amanhã pertencerá aos que têm essa idade e que souberem fazer as escolhas lúcidas, corretas, positivas.
3 curtidas (Curtir)
16/06/2016
Ok, Valeu pela opinião, eu tento sabe, mas quando uma pessoa se torna má comigo ou quando eu me sinto vulnerável tudo isso volta, já tentei de várias maneiras, troquei várias rotinas (trabalho, e até cheguei a sair de uma universidade), e sim meus pais me bateram muito na minha infância, me trancaram dentro de casa, me humilhavam o tempo todo para conseguirem o que queriam, meu pai não me deixava brincar com meus amigos, e sempre quando ia pedir pra sair ele me botava trabalhar, não deixou eu ter namorada, pois ele é um evangélico extremista, me obrigava a ir a igreja quase todo dia, me fazia jejuar e orar todo dia em casa, não deixava fazer nada no final de semana por causa da igreja, etc... Hoje sou um completo ateu, tenho absoluta certeza das minhas convicções enfim, tenho uma certa raiva de igrejas e quase passo mal quando veem aqui em casa e ficam me enchendo o saco, me senti trancado muito, meu pai não me deixava ter opinião, Ex: Você não pode fazer perguntas, quem manda aqui sou eu, fique quieto quando estiver perto de outras pessoas, se eu te pegar fazendo coisas erradas vou te bater e te deixar de castigo. E quando eu perguntava pra ele sobre as coisas que eu queria fazer ele sempre me questionava e me batia na cara, cresci levando socos no rosto, eu tenho absoluta certeza que foi por causa disso, de vez enquanto me pego pensando nisso, e em outras coisas que ele me fez passar que não me lembrava, e está só aumentando minha raiva!. OBRIGADO não sabia que contar para uma pessoa e ela me responder ia ser bom, me sinto um pouco descarregado, Valeu!
(Curtir)
16/06/2016
16/06/2016
Tudo isso é passado, rapaz. Faria sentido, se sua infância tivesse sido alegre e feliz, com pais amorosos, você passar o tempo todo a lembrar disso e a agir em função dessa experiência passada? Faria sentido você deixar de se alimentar porque um determinado alimento no passado lhe fez mal, ou deixar de viajar porque uma viagem foi ruim? Enterra esse passado, cabra!! De que serve viver com esse cadáver na tua sala??
(Curtir)
15/06/2016
Eu não consigo sentir nada por ninguém até onde me e lembro nunca chorei de verdade mais cresci num ambiente com muito "amor" que nunca consegui retribuir não consigo ser fiel a ninguém e não sinto nada nem pelos meus pais e não acredito nesse tal "amor" como as pessoas dizem porque é tudo muito perfeito e irreal.
(Curtir)
15/06/2016
15/06/2016
Isso mesmo, você pertence ao mundo dos misantropos. É um clube muito grande de gente mais inteligente e mais focada em si mesma que a população geral. Leia sobre Misantropia, você vai de identificar com as descrições dos personagens. Na literatura há muitos misantropos. Leia o romance O MISANTROPO, do grande Moliére.
(Curtir)
16/06/2016
Omg, esse site é o que eu estava procurando! Dr licença e obrigado por disponibilizar um site para nós sofredores, como dizia Kierkegaard: " a vida é baseada em sofrimento, uma vida sem o mesmo é indiferente ". Então, o que eu queria dizer é que já tenho 17 anos e nunca tive uma namorada, e não sou feio, algumas pessoas até me chamam de bonito, o que me irrita e me deixa sorumbático é que muitas pessoas são legais comigo, e justo as garotas do jaez que eu tenho queda me ignoram. Por ter percebido isso comecei a ignorá-las também. Além disso eu sou aquele garoto taciturno, e com o tempo meus amigos estão conquistando várias garotas ( quase todos eles já tem sua querida ), e por ser assim e ver meus amigos fazendo isso me sinto um " forever alone ". Enfim, não tenho a mínima ideia de como chegar nela, e para complicar ela é distante de mim, mas próxima dos meus amigos, e fica naquele vai-e-vem de desvios de olhares, estou desesperado! Tenho medo de ser solitário, e sinto cada vez mais amargura da minha vida, coisas que antes me alegravam, agora são apenas nada, todos meus sonhos estão sendo trincados pelo fogo do vazio, até soluções como acabar com tudo já estugaram em minha imaginação! Estacionando na conclusão: O que eu faço dr?!?!
(Curtir)
16/06/2016
16/06/2016
Faça nada não, cabra. Largue de mão o doidão do Kierkegaard, caso contrário você cair na dele: solitário, polemizando com todo mundo e vivendo pouco. Deixe a vida lhe levar, pare de pensar demais, a filosofia morreu, caia na gandaia do Whats e do Face, vá pras baladas, seja meio cômico/meio cínico, seja gentil com as meninas, ela aquela que lhe parecer a princesa mais linda do reino e recite aos seus ouvidos versos do Neruda( "se não posso adorar teu rosto, adorarei teus pés. Teus pés que andaram sobre a terra, sobre a água é sobre o vento, até te trazerem aqui, a esse encontro que nos fará felizes", do Maiakoviski ("em mim a anatomia ficou louca, por ti sou todo coração") ou um dos meus ("de outro não serás, outro não te terá, só eu saberei te amar, só eu irei te salvar"). Manda pra ela flores, mensagens, promessas, atenções, convites, favores... É assim que deves fazer com essa mulher maravilhosa e sensível chamada VIDA, dá a ela aquilo que queres receber dela.
(Curtir)
01/01/2015
Eu tbm me sinto assim. Não sinto nda e tenho raiva de mim por isso.
(Curtir)
01/01/2015
08/01/2015
Dr. eu nao gosto de ninguem,nao amo ninguem e nao me sinto mal por isso,descobri isso depois que minha mae faleceu pois pra mim foi a mesma coisa que nao hovesse acontecido nada eu nao sinto falta dela e nao sofri nada tambem meu caso é bem parecido com o primeiro,se hoje mesmo morresse qualquer um da minha familia eu nao iria dar a minima acho que sou uma pessoa muito fria,sem sentimento.Eu gostaria de saber se isso é normal?
(Curtir)
08/01/2015
22/06/2015
Dr tudo bem... sou uma pessoa que não consigo me relacionar com ninguem, principalmente com o sexo oposto. acho que a pessoa não vai me querer, acho muito dificil uma pessoa se interessar por mim.
(Curtir)
22/06/2015
22/06/2015
Isso se chama "profecia auto confirmada", ou "profecia auto realizável", ou ainda "efeito Pigmalião", expressão inspirado na obra do grande Ovídio, poeta romano do século I, que escreveu conto sobre um escultor chamado Pigmalião que se apaixonou por uma estátua si mesmo que havia esculpido. Ele foi premiado pela deusa Vênus, que deu vida à estátua.
Ou seja, segundo os estudiosos, quem tem expectativas ruins sobre os outros ou sobre si mesmo, não vê qualidades em si ou nos outros, costuma colher o pior dessas pessoas ou de si mesmo; já quem alimenta expectativas positivas tende a colher o que há de melhor nas pessoas e em si mesmo.
Portanto, de onde você não espera nada, daí é que não vem nada mesmo!!
1 curtida (Curtir)
22/06/2015
Olá Dr. tudo bem?
Bom meu caso é um pouco parecido.
Antes algumas ressalvas devem ser dadas. Fui e sou criada em um lar de muito amor e compreensão, não conheci meu pai, a figura paterna de exemplo foi meu avô ex-militar, mt rígido. Ele faleceu tem uns 3 anos o msm tempo que comecei a sair e me relacionar. Indo direto ao assunto, me relaciono com diversas pessoas por que eu enjôo fácil delas, só consigo sair com a mesma pessoa por 3 vezes, nunca mais que isso é se ela vier falar comigo em qualquer rede social eu desprezo, não consigo falar e ignoro até eles me esquecerem. O que me preocupa mais é o fato de que só tenho 17 anos.
O que o senhor me aconselha?
(Curtir)
22/06/2015
22/06/2015
Você passou por duas experiências emocionais que foram determinantes sobre seu perfil afetivo: 1. A perda precoce do pai, 2. A criação por uma figura opressiva. Isso explica sua frieza com relação aos relacionamentos que envolvem alto conteúdo emocional/afetivo. Meu conselho: deixe o tempo passar, procure não se isolar, procure conhecer pessoas, se relacione através do esporte, do estudo, de redes sociais... Quando você menos esperar surgirá alguém que lhe conduzida pelos caminhos do maravilhoso mundo do ser-para-o-outro.
1 curtida (Curtir)
24/06/2016
Olá Dr,
Sabe me dizer o que fazer para de fato reaprender a acreditar no amor e, principalmente, confiar novamente nos homens??
Sou uma mulher muito bonita e atraente, com uma vida estável, só para elucidar e não imaginarem uma pessoa desprovida de atributos rsrs.
Para fugir de um textão muito textão, vou resumir aqui..hihi.
Cheguei a 40 anos solteira, ainda não casei e não tive filhos.
"Porque uma mulher tão linda e bem sucedida não aceitou se casar ainda?"...quase um mantra de tanto que ouço isso por aí ..
Fiz uma reflexão sozinha e acho que descobri a razão de tantos desencontros e "falta de sorte" no amor.
Cronologia:
- primeiro namorado aos 15 anos super apaixonada. Fui traída, quase morri de desgosto. Mas sobrevivi.
- um ano depois vim a conhecer um garoto, meu vizinho na época, que arrebatou meu coração ainda mais forte, foi mágico, um belo dia uma garota apareceu na casa dele com uma filha nos braços, ele ficou com ela. Sofri por três anos mais ou menos, achei que nunca iria passar aquele dor. Fui traída.
- conheci uma pessoa mais velha, namoramos, e...descobri que ele tinha outra namorada que não havia rompido direito. Fui traída
- no primeiro ano da faculdade conheci um garoto, sentia até borboletinhas no estômago de tão bom que era a sensação que anteçedia nossos encontros. Um dia uma oxigenada dessas doidinhas de facul engravidou dele, e foram juntos embora do país. Sofri feito o cão.Fui traída.
- ouveram outros....
- até que um dia fui apresentada ao primo do meu primo, ficamos juntos por quase seis anos, era meu namorido já...um belo dia, do nada, terminou comigo chorando como um bebê. Vim a descobrir, já estava com uma outra garota há quatro meses, noivou e casou com ela. Nunca mais nos falamos. Fiquei doente por mais de um ano fui a todos os médicos, foi muito cruel. Fui traída.
- conheci outro, ficamos quatro anos...aí eu resolvi terminar, pois não consegui amar. Nunca mais amei.
Finalizando. Sou uma mulher querida, amável, educada, cheia de atributos. E solitária. Dona de um largo e farto sorriso que distribuo a todos, mascarando quem realmente sou por dentro, um rio de lágrimas. Naturalmente, construi um modo de fuga para sobreviver.
Agora a questão é: como confiar nas pessoas quando todos traíram minha confiança?...como acreditar?...como fazer para sentir aquelas borboletinhas no estômago de novo?..meu sonho é sentir isso antes de morrer.
Eu deveria ser uma pessoa amargurada. Mas não sou. Apoio casais de amigos, sou uma excelente conselheira, encorajo todo mundo a viver seus amores plenamente. Apesar de eu ser muito racional, muito mesmo, sou uma romântica incorrigível.
Enfim, permaneço estagnada, de coração fechado..e carregando o peso do relógio biológico e da pressão social cada vez mais forte, sem formar família enquanto todas minha amigas já estão com suas famílias formadas.
Um recado para alguém que chegou a ler esse meu relato e esteja traindo alguém: você não faz ideia do mal que faz, da dor que causa, da ferida que provoca. Reflita. Seja honesto consigo e com o outro.
Doutor, me responda ? Tem luz no fim do túnel para mim que não seja a do trem??? :)
Grata por ler,

1 curtida (Curtir)
24/06/2016
24/06/2016
Onde está essa lei que obriga todos as mulheres a seguirem o mesmo roteiro existencial? Esse roteiro ridículo de ter que se casar, ter filhos e ser feliz para sempre. Minha amiga, isso só existe nos contos de fada. Você deveria mesmo era estar alegre com sua história: tem uma aparência legal, não depende de ninguém para lhe sustentar, já viveu experiências afetivas muito agradáveis, elas se encerraram e deram lugar a outras, não ocorreram tragedias e felizmente você não engravidou. E ainda tem uma longa história pela frente.
Há dois meses fui visitar uma instituição incrível, em São Paulo, chamada CORA. Trata-se de uma casa para idosos. Durante a visita observei uma casal de idosos bem abracadinhos, caminhando num jardim. Perguntei: aqui vocês também aceitam marido e mulher? Ao que que responderam: eles não são casados. Eles estão namorando há 2 meses. Idade dela: 73 anos, idade dele: 79 anos !! Não brigo com o destino, o que ele escreve eu assino. Faça assim também. Saboreie as boas memórias e siga em frente. Há muitos homens no mundo que poderão, novamente, lhe fazer sentir "borboletas voando no estômago". Além disso, uma mulher não precisa de homens para ser feliz. Para ser feliz você só precisa de você.
5 curtidas (Curtir)
24/06/2016
Eu também posso dizer que não sinto nada ... a não ser raiva desse mundo de ódio! Onde nos mesmos nos afundamos 😪.
Passei por experiências emocionais bem traumáticas e eu era bem sentimental nessa epoca... hoje me chamam de pedra ! Mas pra mim deixar de sentir n foi algo ruim, agora n me machuco mais e facilita viver vendo o ódio e tantas outras coisas ruins entre nós.
(Curtir)
24/06/2016
24/06/2016
Não odeie o mundo porque ele não lhe deu aquilo que você esperava dele. Assim agindo, se tornando amargo e rancoroso com tudo é com todos você tornará sua vida um verdadeiro inferno. Aceite o mundo como ele é, se adapte às regras e procure ver as belezas e as alegrias onde elas estão. Se você plantar ódio e raiva colherá mais ódio e mais raiva. Saber perdoar, acreditar que a vida é uma bela experiência e saber que ninguem colhe flores o ano inteiro são o segredo para ter uma existência equilibrada.
2 curtidas (Curtir)
26/06/2016
Gostaria de saber como posso retirar um comentário que fiz aqui,pois embora seja anônimo,não quero mantê-lo.
(Curtir)
26/06/2016
26/06/2016
É fácil, basta que você envie cópia do comentário e ele será imediatamente retirado.
1 curtida (Curtir)
26/06/2016
Eu sinto muito dó de todas as pessoas que sofrem,mas quando se trata de relacionamento entre casal,eu sinto muito nojo,embora já tenha gostado de algumas pessoas e me relacionado normalmente em outros tempos,agora é assim que me sinto.
(Curtir)
26/06/2016
26/06/2016
Ela sempre foi um inferno mesmo ... e mesmo minhas tentativas de felicidade n deram certo por causa da minha ausência de um "lado sentimental" , então como eu poderia acreditar que a vida é bela ja que a minha pessoa só se permite enxergar as coisas ruins ?
(Curtir)
26/06/2016
26/06/2016
Pois mude a cor das lentes dos óculos com os quais você mira a vida, o mundo, os outros e você mesmo. Troque as lentes escuras por lentes cor de rosa. Só se aproxime de pessoas alegres, animadas, brincalhonas, pra cima.
2 curtidas (Curtir)
29/06/2016
Pessoas alegres e animadas ? Rum... foi justamente uma pessoa assim que me fez pensar ter descoberto uma felicidade,mas aí aquela pessoa que aparentemente te faz bem e a quem você entrega tudo que sente pisa em você. A dor é tamanha e inexplicável! Mas tudo bem esse tipo de coisa faz parte da vida não é mesmo ? Eu deveria ter pensado assim 😒 mas pelo contrário , eu passei a não sentir nada por ninguém e mesmo que eu tente! N sinto, agora só raiva se manifesta em mim e outras coisas ruins , só consigo ver o lado ruim de se viver neste mundo e nesse ciclo infinito de ódio e desigualdade... aliás sempre vai ter ódio onde existir amor. Amor ? Amor hoje não passa de um fragmento do sentimento forte e poderoso que já foi ! As pessoas estão cada vez mais indiferentes umas com as outras , não nos amamos e isso está matando e transformando pessoas como eu.
1 curtida (Curtir)
29/06/2016
10/07/2016
É triste! Não tenho sentimentos por ninguém! Por nada! Sou super estranha. Sempre penso em suicidio. Mas não sei como fazer.
2 curtidas (Curtir)
10/07/2016
10/07/2016
Nossa mente é complexa e o desafio de mantê-la focada, em busca de equilíbrio, não é simples. Dirija suas energias para um objetivo claro e não deixe que nada lhe desvie a atenção, a vontade. Você precisa encontrar um projeto de vida, sua razão de existir, seja uma religião, uma meta profissional, um sonho de infância... Enfim, busque algo pelo qual lutar e se dedique com todas as suas forças, todas as suas energias.
4 curtidas (Curtir)
13/07/2016
Hey, estou com algumas dúvidas a respeito de uma determinada patologia, a psicopatia. Encontrei esse site por acaso e já me sinto agradecido. Estava em busca de depoimentos de pessoas que sofrem com a psicopatia, porém... tudo o que encontrei foram relatos sobre serial killers, não acredito que um psicopata seja necessariamente mal como os jornalistas costumam reportar, preciso de minhas próprias conclusões, Dr. Primeiramente, você poderia me dizer qual é a diferença entre um psicopata e um psicótico? A psicopatia é uma doença mental ou ela é considerada um transtorno psíquico pelo fato de que a capacidade de compreensão do indivíduo não é afetada? espero que possa me responder, obrigado.
(Curtir)
13/07/2016
13/07/2016
Seu moço, não sei responder sua pergunta, esclarecer sua dúvida. Aliás, já estou ficando de juízo mole, com tanta birutice e seus diversos nomes e classificações. 😵
(Curtir)
22/07/2016
Sinceramente meu comentário talvez seja um pouco desnecessário, mas fico feliz em ver que existem pessoas que ajudam os outros que têm certas dificuldades.

Dr. Você é de mais (:
(Curtir)
22/07/2016
22/07/2016
Nada disso, sou d -
(Curtir)
22/07/2016
Dr, o senhor é inteligente, adoro o fato de ler diversos livros, e ser sincero quando não sabe responder...e tb o jeito que fala e aconselhar os garotos a tratarem as mulheres .
uma duvida (acho q ja sei a resposta mas vou perguntar mesmo assim):
o senhor é casado? (Acho q sim pq uma pessoa cheia de qualidades sempre é casada, sempre sobram os piores como solteiros, rs)
e outra duvida e curiosidade: quantos anos o senhor tem?
se conhecer alguem que pense igual a vc e q seja solteiro me indique.....nunca conheci um homem assim (um ideal de homem).
só conheci babacas que fingiram ser Homens mas que eram moleques....e confesso que a beleza deles com certeza me fez crer que eles tinham o coração bom , mas eram possessivos e controladores e agressivos....
estou há mais de uma ano só focando nos meus ideias: o que preciso mudar em mim (no modo de pensar e agir) e no que quero para mim (para me relacionar), então busco algo alem da beleza fisica, pois ela não é eterna e tb qlqr beleza se torna feia com um carater podre.
espero q nao se ofenda, so fui sincera... mas seu modo de pensar me chamou a atenção pois parece mto com o meu!
Nunca vi sua foto mas te acho lindo pelo que escreves!
(Curtir)
22/07/2016
22/07/2016
Olá moça triste que escreve bonito. Esse cara aqui, que responde as perguntas do Oiaqui é um personagem criado por mim, uma idealização. Como diz Sartre (filósofo materialista francês Jean Paul Sartre) há, em cada um de nós, vários seres: há o "ser em si" (nossa essência, nosso inconsciente, as forças que comandam de modo instintivo nossas ações), há o "ser para si" (que seria nossa consciência, o conjunto de códigos e valores que povoam nossa mente) e o "ser para o outro" (que elabora as atitudes com as quais construímos nosso edifício de relacionamentos, nossa rede de interações sociais). O "ser para o outro" elabora estratégias de sobrevivência e de conquistas, no esforço de melhor transitar por entre os obstáculos, na busca do sucesso existencial e da aprovação do grupo. O "ser para o outro" é como se fosse o garçom no salão de festas: embora seu desejo fosse de participar da comemoração, dançando, bebendo, comendo, etc, ele se reduz a um ser secundário, servindo aos outros, na busca de uma recompensa, um gorjeta. Tua mensagem, que acabo de ler, é minha gorjeta, pagando pela fantasia que alimentei em tua mente. Na verdade, "meu ser em si" e "meu ser para si" pouca diferença guardam daqueles dos otários que passaram por tua vida. Na essência, no meu "ser em si", sou um garçom feio e velho, servindo taças borbulhantes de ilusões aos que visitam minha festa.
14 curtidas (Curtir)
24/07/2016
Olá doutor. Como o outro acima, também encontrei você por acaso.
Eu vejo que estou descontrolado, sinto raiva constante, é tristeza misturada com raiva, porém muito efêmera.
Tenho possíveis diagnósticos para meu caso:
- Depressão
- Transtorno de personalidade bipolar
- Hipocondria
- Transtorno de personalidade narcisista
- Transtorno de personalidade histriônica

Recentemente excluídos:

- Autismo (dá para acreditar? hahahahaha)
- Transtorno de personalidade antissocial

Consegue observar algo estranho? Eu digo para você. São transtornos/doenças tão distintos que coloquei em minha mente por tentar fazer um auto-diagnóstico pela INTERNET. Encontrei alguns traços e me encontro confuso. Tenho absoluta certeza de que tenho algum deles, porém não consigo identificar.
É mais provável que eu tenha depressão. Já fui diagnosticado por um psiquiatra de baixo nível.

Penso em suicídio ou em entreter-me com algumas pessoas que fazem ou fizeram parte da minha vida de alguma forma. Amigos, professores, inimigos. Como o senhor, eu também gosto muito de explorar, analisar. Tenho muita vontade de ver como reagirão a diferentes situações criadas por mim, quais efeitos causarei, o meu ato que será noticiado pelo mundo todo. Quero experimentar coisas novas, criar uma conexão com elas, provocar sensações, emoções, sentimentos.
O que acha de John Lennon e Carl Off para tocar de fundo, meu amigo?

Talvez seja apenas uma fantasia temporária.

💕💕💕 😍😘 💕💕💕

Exclua esse comentário 3 dias depois de você responder.
Escreva algo interessante, não demore.
4 curtidas (Curtir)
24/07/2016
24/07/2016
John Lennon gosto demais: Give peace a chance, Stand by me, Mother, Come together e Revolution são incríveis. Já do famoso Carl Off só conheço a majestática, colossal opera CARMINA BURANA. Tente criar algo que cause emoções bacanas nos outros, algo que provoque alegria e admiração, como fizeram esses dois aí. Suicidando-se ou beliscando os que lhe são próximos, você não deixará como lembrança nada mais que alivio. Que tal a opção de simplesmente existir, deixar a vida fluir, sem delírios, sem delitos?
5 curtidas (Curtir)
27/07/2016
Doutor eu perdi meu irmão, e foi de uma forma absurda, já vai fazer dois anos. eu não aceito e nunca vou aceitar. ele era mais q meu irmão, mais como um pai. ele seria meu padrinho de Crisma mas faltando exatamente uma semana em um assalto mataram ele.
Eu não consigo mais focar em nada, na escola vou de mal a pior, fiquei uma pessoa mais tímida q antes,quando é pra dormir só durmo se estiver extremamente cansada, quando estou desocupada começo a chorar e pra me deixar mais triste não tenho ninguém pra dividir esse sentimento. mudei de cidade e além de sentir saudade do meu irmão sinto dos meus amigos e da cultura da minha cidade.
Minha vontade é sempre estar no meu quarto, deitada.
E quando saio sempre me expresso como se fosse normal com um sorriso no rosto, mas isso cansa.
É tão ruim ver o irmão q mais cuidava de VC e hoje não ter mais, é terrível. vivo em um vazio tão grande.
Penso em procurar uma psicóloga mas não quero preocupar minha mãe q já sofre tanto.
É isso.
(Curtir)
27/07/2016
27/07/2016
Minha filha, eu sei exatamente o que foi e está sendo sua experiência. Meu maior amigo, meu irmão querido, Roberto, seis anos mais novo que eu, foi-se aos 40 anos. Ainda hoje, 20 anos depois, lembro do número de telefone da casa dele: 222.2116 (na época não havia celular). Ainda hoje me pego lembrando das nossas conversas, das nossas aventuras, das muitas vezes nas quais ele me salvou de encrencas. Ainda hoje converso com ele. Para mim ele não morreu. Para mim nunca mais nos vimos, ele viajou e vai voltar. Mas logo me adaptei à perda e me compensei com a frase que ele sempre dizia: -"tranquilo Zé, vai dar tudo certo, fica triste não, te zanga comigo não, que sou teu irmão e gosto muito de ti". Ora, porque vou eu, então, brigar com o destino? Daí em diante adotei como lema: NÃO BRIGO COM O DESTINO, O QUE ELE ESCREVE EU ASSINO. Isso não quer dizer que eu seja um acomodado, pelo contrário, assino e encaro, me adapto, me supero e sigo mais forte e atento que antes do golpe. Quando chegar a próxima armadilha do destino ela me encontrará mais firme, mais experiente, mais astuto. Aprenda: a vida é feita de perdas e ganhos, não se deslumbre com os ganhos nem se aniliquile com as perdas. Afinal, para que serve a tristeza, senão para alimentar mais tristeza?? Procure um lugar pra curtir uma boa música, um pagode animado, com uma galera alegre e faça feliz a memória do seu irmão.
3 curtidas (Curtir)
27/07/2016
Não conhecia Revolution e Come Together, gostei muito.
Quero ser famoso doutor, não preciso revelar minha identidade real, apenas uma referência, um marco na história. Deixar a vida fluir soa tão monótono para mim.
2 curtidas (Curtir)
27/07/2016
27/07/2016
Individualmente, meu caro, nada somos. Do ponto de vista temporal o que serão meus (ou teus) no máximo setenta/oitenta anos de sobrevivência pessoal, em comparação aos 400 milhões de anos de idade da espécie humana? Do ponto de vista de conhecimento da nossa existência individual, dentre os 8 bilhões de humanos sobre a Terra, quantos deles sabem que tu ou eu existimos, ou tomarão conhecimento de alguma bizarrice que fizermos aqui nesse fim do mundo chamado Brasil? Se fizermos alguma loucura em busca de fama (fama de maluco!!) iremos competir com centenas de milhares de outros loucos que povoam, por alguns minutos, as manchetes dos noticiários e dos sites de escândalos, para sermos esquecidos logo no dia seguinte, substituídos por homens-bomba do Estado Islâmico, por algum padre pedófilo, um ou outro político safado, assaltantes de bancos, ou delatores da Lava-jato...
Aliás, quem chegou à fama e à glória não estava à busca delas: Jesus Cristo não sonhava em ser um cara famoso, ele só queira expulsar os invasores romanos que ocupavam sua Galiléia; John Lennon, aos 7 anos de idade, numa prova da escola que perguntava o que desejava ser quando crescesse, respondeu: "quero ser feliz"; Steve Jobs só pensava em montar uma empresa para fabricar e vender uma nova máquina, criada pelo seu amigo Wozniak, que realizava a façanha de fazer aparecer numa tela de TV as letras de um teclado. Tornar a máquina cada vez mais eficiente, leve e atraente era sua motivação. Jobs nunca perseguiu a fama ou a glória. Gonzaguinha, não imaginava o sabor da fama, ele só queria ser reconhecido como filho pelo pai que o rejeitava, o famoso Luís Gonzaga, rei do baião. Intrigante, nenhum deles buscava a glória que alcançaram e todos eles morreram cedo, muito cedo. Quem sabe, vítimas, talvez, da glória que, sem a perseguir, conquistaram. Parece que o destino rouba cedo a vida daqueles aos quais ele concede a fama. Portanto, cultivemos a vida singela, discreta, saboreando a experiência de espectadores desse maravilhoso espetáculo que é viver, sem sonhar com glórias ou reconhecimentos ilusórios. Viver, simplesmente viver, essa nossa breve estadia sobre a Terra.
3 curtidas (Curtir)
27/07/2016
Obrigada, é tão bom ser ouvida por alguém, continue sempre com esse site.obrigada pela compreensão👏👏👏
1 curtida (Curtir)
27/07/2016
27/07/2016
😍
(Curtir)
03/08/2016
Dr, eu não amo minha irma , n sinto pena de ninguém, nunca amei ninguém da minha família, eu sou muito sozinha ,não tenho amigos e nunca tive , eu me cortava para aliviar minha dor, mas parei. agora só me alivio nas desgraças alheias. eu sou um monstro ?
(Curtir)
03/08/2016
03/08/2016
Se autoflagelar, se ferir com objeto cortante é uma prática mais comum em adolescentes, sobretudo do sexo feminino, sendo descrita desde a mais remota antiguidade: na Bíblia, velho testamento, há uma proibição: "Não se cortem" (Levítico 19:28). Com essa atitude a pessoa busca substituir uma dor emocional por uma dor física, sem com isso ter a intenção de se matar. Nos Estados Unidos as estatísticas mostram que 1 em cada 5 mulheres com idade entre 18 e 24 anos se automutila. Nào se culpe por ser assim pois a culpa é dos tempos atuais, caracterizados por muitas pressões por inserção e aceitação, associadas às cobranças da família, dos colegas de colégio e dos grupos sociais. Por causa disso, o nível de estresse ao qual as mulheres jovens são submetidas está ficando insuportável resultando em vários comportamentos destrutivos, seja contra si mesmas, seja contra os que lhes estão em volta (parentes, amigos, etc). Acabou-se a solidariedade familiar, dissolveu-se a amizade sincera e acolhedora, fechou-se o mercado de trabalho para os mais jovens. Agora é a ideologia do consumo e da beleza que pressiona de modo avassalador as enormes legiões de jovens sem rumo e sem esperanças. Você não é um monstro. Monstro é o mundo em que você vive. Tente entender isso, pois o mundo agora diz a nós todos: "decifra-me, entende-me, ou te devoro".
1 curtida (Curtir)
02/08/2016
eu so tenho 14 anos tenho o problema de nao sentir nada , apenas oque sinto e paz e mais nada , so que eu tento despertar esses meus sentimentos sendo docil com os outros , fazer coisas diferentes , mas mesmo assim nao adianta eu ao menos queria sentir medo , prazer , felicidade , tristesa , angusita , raiva , conforto. e, acima de tudo, empolgacao para fazer os deveres do cotidiano. e nao sei o que fazer, pq eu sempre to do lado da razao e eu acho que nao sei o que é fazer algo arriscado.
(Curtir)
02/08/2016
02/08/2016
😔
(Curtir)
03/08/2016
Doutor, se analisarmos o comentários acima podemos ver que essa menina provavelmente tem depressão.
1 curtida (Curtir)
03/08/2016
05/08/2016
Se falarem disso para determinadas pessoas eles vão dizer que é falta de Deus, de fé... ai ai
(Curtir)
05/08/2016
07/08/2016
Tenho algumas fantasias como presenciar um assassinato a faca bem de perto, com uma roupa branca. O jovem corta o pescoço da vítima e eu recebo todo o sangue, em meu rosto, nas minhas vestimentas.
A outra é ver um homem no palco de um show/evento ameaçando se matar, eu entro, converso com ele na calma enquanto ele olha pra mim com os olhos arregalados, com expressão de medo e desespero. Eu me aproximo, converso com ele. O homem corta meu pulso mas em mantenho a calma, faço sinal para os seguranças não interferirem e continuo até convence-ló. Ele me entrega a faca, senta no chão e eu faço o mesmo em seguida. Conversamos um pouco e ele me conta um sonho. Eu levanto, pego o microfone e apresento-o:
Esse homem tinha o sonho de ser modelo, mas foi impedido... algo assim, depois peço para ele levantar e apresento-o para toda a multidão e afasto. O homem não consegue falar nada e necessita da minha presença no palco.

Tenho muitas outras. É comum, certo? Acontece com todos?
Obrigado doutor ;)
(Curtir)
07/08/2016
07/08/2016
Taí, você descobriu uma profissão: escrever roteiros para filmes de terror. 👻👻 👹👹
4 curtidas (Curtir)
08/08/2016
Opa, valeu. Tava em dúvida quanto a isso, obrigado por me ajudar a escolher o que vou fazer :D
(Curtir)
08/08/2016
10/08/2016
Sinto tudo, menos nojo. Porque?
(Curtir)
10/08/2016
10/08/2016
😖.
(Curtir)
13/08/2016
Tou em dvd se sou gay ou bi mais quero ser gay, eaw?
1 curtida (Curtir)
13/08/2016
13/08/2016
Pois arroche, meu rey.
(Curtir)
20/08/2016
Sinto prazer na tristeza e sofrimento na alegria. o que pode ser?
1 curtida (Curtir)
20/08/2016
20/08/2016
Circuito trocado.
1 curtida (Curtir)
19/08/2016
Também sinto isso. Mas eu não era assim. Eu era cheia de emoções, de esperanças, de sonhos, de expectativas, de medos também.
As coisas me tocavam, para o bem e para o mal, mas agora há uma barreira interior, como se eu “soubesse” que de nada adianta gastar energia, de nada adianta minha reação positiva ou negativa diante do mundo. Nada vai mudar mesmo. O que tem que ser, será.
Fiquei assim, de uns tempos pra cá. Acredito que o mundo anda chato, previsível e a inocência que antes embalava minhas crenças, já não existe mais.
É como se eu já tivesse visto como seriam os vários finais de um filme e nenhum deles seria assim tão grandioso para ser aguardado com o coração pulsando.
Já vi muitos finais e muitos recomeços e é sempre a mesma história recontada de outra forma.
Isso gera apatia.

2 curtidas (Curtir)
19/08/2016
19/08/2016
No meu caso já é diferente. Me apego super fácil. Mas sempre me apego a quem não quer nada sério. E quando alguém se apega a mim eu trato mal, iludo, piso, e jogo fora... Odeio ser assim
😂💔
(Curtir)
19/08/2016
19/08/2016
Eta bichinha doidinha, sô!!! Conheço tua raça, é um jogo animado. 😋
2 curtidas (Curtir)
22/08/2016
Boa Noite
Quando se fala da mente humana é muito complicado, pois o que é certo para uns não é certo para outros, então a primeira coisa a pensar é: você no lugar do outro!
Bem, tento ha mais de 30 anos descobrir a cabeça da minha mãe, o que ela tem que não gosta de ninguém, como lidar com ela e seus pensamentos ?! Já orei muito, mas hoje vejo que se ela não quiser ajuda eu jamais poderei ajudá-la.
(Curtir)
22/08/2016
22/08/2016
Deixe sua mãe em paz. Quem sabe, ela só quer ser ela mesma. Faça seu caminho e largue o pé da sua mãe.
1 curtida (Curtir)
29/08/2016
Bem, nada se cria, tudo se copia... Eu vejo um simplismo enorme a dicas dadas em "problemas particulares"...
Exercício físico
Boa alimentação
Alimente seu cérebro com o q quiser, problema é seu.
Passado foi futuro virá ... Fofinho só rola o agora... Nossa quanta inteligência nè!!!!

Moral da "estória"

Quem ta afim vem...
quem não está
Não alardeia,
LIVRE ARBÍTRIO...
SACOU CHUCHU...
1 curtida (Curtir)
29/08/2016
29/08/2016
😳 Biruta, né??
(Curtir)
28/08/2016
Não aguento mais viver assim, sozinho, sem ninguém, meus pais se separaram, e nunca tive um amigo de verdade, sabe aqueles em que você fala seus sentimentos, então, isso nunca ocorreu comigo, por causa disso creio que nunca terei uma namorada, e já tenho 18 anos. Eu até já tive chances, mas não sei o que fazer porque nunca tive esse negócio de sentimentos e laços, eu suspeito que eu nem tenha sentimentos, como os pacientes anteriores que citaram a mesma circunstância de não amar ninguém. Eu moro com a minha mãe, mas não sinto muita coisa por ela porque ela nunca teve uma conversa profunda comigo, talvez eu precise descobrir essa "caixa" de sentimentos dentro de mim e abri-la, o problema é que como farei isto se a única pessoa que tenho sequer tem um laço profundo comigo?
(Curtir)
28/08/2016
28/08/2016
Deixa de grilos bobos, compadre. Só tens 18 anos!! Vai levando a vida de um jeito maneiro. Seja gentil e suave com as pessoas. De repente vai surgir alguém que dispara um aperto no teu peito. E aí fica tudo animado, tua anatomia fica louca e tu vira todo um coração. Te avexa não!!
(Curtir)
07/09/2016
Eu queria saber, oque está acontecendo comigo, se tenho mesmo "alexitimia". Tenho 16 anos, e me comovo com o sofrimento de todos, menos das pessoas de minha familia, posso ver minha mãe chorando e fico normal como se fosse normal, como se não tivesse sentimentos por ela, não me apego a ninguém, finjo gostar das pessoas,ajudo no que for preciso, mas não to nem ai pra elas, choro apenas por raiva, ódio, tenho vontade de morar sozinha, pois adoro ficar sozinha, ouvindo música sem sair de casa, sou uma pessoa muito rancorosa,penso muito em morrer,e brinco demais com o sentimento dos outros"meninos" me sinto bem iludindo as pessoas . mas tenho todos sintomas de alexitimia . me ajuda por favor estou confusa
1 curtida (Curtir)
07/09/2016
07/09/2016
Esses "carimbos" que a polícia medica impõe a todos e sua necessidade litúrgica de a tudo nomear são mais causa que alivio de sofrimentos. Viva sua vida, busque seu equilíbrio no meio dessa tormenta coletiva na qual vivemos todos e não se deixe escravizar por preconceitos. As maiores torturas são aquelas às quais nos impomos. Pare de se torturar, se violentar, pare de cobrar de você aquilo que você não pode dar aos outros e a si mesma. Viva a diferença. Peça ajuda não. Você só tem 16 anos, está passando por enormes mudanças adaptativas, sozinha encontrará seu caminho, fórmulas de convívio, cultivando relações que lhe façam bem, evitando proximidade com as fontes de mal estar.
(Curtir)
06/09/2016
Estava mexendo no Facebook e achei relatos de pessoas com problemas de "eu amo ele, mas ele não me ama", "sinto que ninguém gosta de mim"... E percebi que não havia ngm passando pelo q eu passo, não tenho uma vida triste, claro que tenho meus problemas, mas quem não tem né..?. Só que não sei porque eu não consigo gostar de ninguém, quero dizer, romanticamente. Amo minha família, mas não consigo nutrir sentimentos românticos por ninguém. Eu também não consigo ficar triste por alguém que eu ame, tipo a minha mãe, meu pai ou pessoas assim. O meu pai foi embora brigado comigo e eu evito pensar nesse assunto, ja faz quase um ano que ele foi embora, e até hoje evito o problema, todo mundo acha q eu sou forte porque NUNCA fico triste, mas não é bem assim, não importa o que acontece, eu só sinto raiva intensa por muito pouco tempo, ou alegria por pouco tempo, só que geralmente minha alegria dura mais que a raiva. Tem mais muito mais, mesmo agora enquanto escrevo isso, eu choro, só q são lágrimas sem emoção alguma, que saem sem eu saber o porquê, acho q o meu cérebro possui o sentimento de tristeza e o demonstra, só que eu não sinto. Não sinto a tristeza q meu corpo sente, fiquei sem apetite e peguei anemia, só que minha cabeça ainda continua alheia ao q eu deveria sentir. Não sei o que eu tenho, não tenho ngm com quem possa conversar pq n quero expor meus defeitos. Espero que me responda.
(Curtir)
06/09/2016
06/09/2016
Nos últimos cem anos assistimos a uma brutal mudança no comportamento social dos seres humanos: desde quando surgimos como espécie, há cerca de 200 mil anos, sempre fomos animais gregários, numa vida familiar muito próxima, interdependente. Esse desenho tinha suas desvantagens, principalmente por limitar a liberdade individual, impedindo à mulher o exercício de direito de fazer escolhas. Mas, em compensação, havia uma confortável sensação de pertencido e de pertencedor: pertencíamos ao grupo e o grupo nos pertencia, num misto de servidão e proteção. Agora, nas últimas gerações tudo explodiu e estamos sós no mundo. Num mundo sem espaço para expressão de sentimentos afetivos autênticos, proteções mútuas, solidariedade e compreensão. Agora nada dura mais que um instante. Não há mais virtude, não há mais defeitos, pois as regras e os códigos sem desmancharam no ar!!
3 curtidas (Curtir)
10/09/2016
O senhor alivia com suas respostas
(Curtir)
10/09/2016
12/09/2016
Dr. É meio estranho mesmo, devo procurar um psicólogo? Tenho filho e ele tem quase 2 anos. Me.suga muito , quer muita atenção e eu não gosto, não suporto isso. Eu amo meu filho sim, mas não consigo sentir esse amor todo dele por mim e nem pena e dele quando faz manha ou quando cai e chora . Mesma coisa na família, se alguem falece não sinto tristeza , só penso que chegou sua hora . Isso é pensamento realista tb ?? As vezes acho que não sou normal .
1 curtida (Curtir)
12/09/2016
12/09/2016
O mito do amor materno é recente. Até o século XVI, ou seja outro dia desses, não havia esse conversa de paixão da mãe pelo filho. Na maioria das vezes as mães davam deus filhos a amas de leite, a irmãos, os vendiam, trocavam, etc. Ainda hoje há países e mesmo regiões do Brasil nas quais crianças recebem muito pouca atenção das mães. Leia o livro O MITO DO AMOR MATERNO, de uma autora francesa chamada SIMONE de BADINTER, você irá se surpreender. Portanto, não se considere anormal por não ser uma mãe apaixonada, devotada ao filho.
(Curtir)
13/09/2016
Eu gosto muito de um rapaz que é muito amigo meu, ele já teve mais de 15 namoradas e diz que gostava delas, mas eu sinto como se ele nunca tivesse gostado de ninguém. Nós quase namoramos mas eu não quis porque não me sinto nada especial pra ele. Ele é muito carinhoso com todo mundo mas não tem empatia embora ele acha que se importa com algo. Ele teve varios problemas familiares na adolescência e hoje é muito foda-se pra tudo. Despreocupado até demais, não consigo imaginar algo que realmente o magoe. Ele não fica triste com nada, embora as vezes fique descrente com seu futuro. Eu leio muito sobre psicologia mas não consigo entendê-lo. Pessoalmente não acho que seja assim por experiências traumaticas. Acredito que seja a personalidade dele. Não sei se tem alguma relação mas ele é imperativo, tem TDH, dermatite, paralisia do sono e batimentos cardíacos muito acelerados mesmo dormindo.
(Curtir)
13/09/2016
13/09/2016
Esse ele é tu?
1 curtida (Curtir)
13/09/2016
ta parecendo né dr.? kkkkkkkkkkkk
(Curtir)
13/09/2016
13/09/2016
Doutor, n consigo amar ninguém, nunca amei
Passei por coisas muitas coisas horríveis na minha infância, ainda passo mas n me sinto mal por mais nada, tentei amar alguém e namorei durante 5 meses, mas eu só sabia manipular ele para fazer as coisas que eu queria
Hoje eu tenho 17 anos, sou muito bonita mas n consigo parar de mentir para ganhar o que eu qr, gosto de manipular as pessoas, as manipulo facilmente mesmo as vezes n percebendo, eu sempre to tentando usar alguém pro q eu quero
eu n sinto nenhum tipo de emoção, n sinto nem raiva, quando brigo, só digo coisas que irão realmente deixar as pessoas no chão, não me importo com os sentimentos de ninguém e já desejei e fiquei planejando em como matar minha mãe
gosto de estar sozinha e sempre fui a melhor em tudo que faço
desculpa pelo texto grande
acha q sou esquizofrênica Doutor?
(Curtir)
13/09/2016
13/09/2016
Esquizofrênica? Não, você é feia. Fria e feia. Você se diz bonita, mas tua essência - tua existência - é feia. Você deveria tentar conhecer o prazer, o sabor de ser boa com alguém. Ou então, passarás a vida a "apedrejar a mão que te afaga e a escarrar na boca que te beija" (grande Augusto dos Anjos). Para ser amada, seja amável.
(Curtir)
16/09/2016
Feliz é aquele que não sente nada pois esse nunca vai sofrer de amor
(Curtir)
16/09/2016
16/09/2016
Eu tenho dificuldade em suportar a presença do outro. Se passo um dia inteiro com uma pessoa, acabo enjoando dela. O que isso poderia significar?
(Curtir)
16/09/2016
16/09/2016
Uma possibilidade é a de que você só tenha se aproximado de gente chata. Mas, convenhamos, passar um dia inteiro ao lado da mesma pessoa é uma experiência que só consegue ser agradável se a outra pessoa e você tiverem uma grande afinidade. Caso contrário, será um suplício. É por isso que muitos casais só conseguem sair juntos para uma viagem, ou mesmo uma balada, se levarem com eles outras pessoas...
(Curtir)
23/09/2016
Dr, sou sociopata
(Curtir)
23/09/2016
23/09/2016
Você é padre, é político ou é psiquiatra?
(Curtir)
23/09/2016
Doutor, eu tenho empatia, porém, o amor eu desconheço, desde criança até hoje. É realmente terrível, me sinto morto...
Sou um ser tranquilo, que vive a vida, mas que não é feliz por conta desse bloqueio sentimental. Para mim o mundo já parou. O que me mantém nessa vida é o anseio de tempos melhores, é a ideia de que isso possa se curar amanhã, mesmo este amanhã estando tão distante.

(Curtir)
23/09/2016
23/09/2016
Ô rapaz, deixe de manha. Você é culto, escreve muito bem, expondo com grande clareza seus sentimentos. Leia muito, passeie por aí, conheça gente, saiba ouvir e ser agradável, enfim interaja com o mundo e com as pessoas que lhe estão em volta. Se envolver ou não com alguém será um decorrência natural desse processo. Inquietar-se assim, como você está fazendo, só contribuirá para lhe isolar e reforçar essa profecia de que seu destino é a solidão.
(Curtir)
03/10/2016
No meio de tantos parecemos únicos e solitários.
Porém temos pessoas passando pela mesma questão em vários cantos do mundo..
Assim como os demais passei por características semelhantes no passado (traumas profundos) que me levaram a questionar minha existência e toda minha realidade.
Muitas vezes um segundo pode mudar toda sua vida.
O maior problema é que tudo que temos nós mesmos complicamos o problema vezes 10.
Tive várias experiencias (rebeldia, tristeza, alegria e etc)
Hoje vejo que a vida é exageradamente complexa e ao mesmo tempo ela é exageradamente simples.
Você pode escolher seu caminho, pois ele é só seu.
O fato de não ter conhecimento pelo o que vocÊ passa realmente se torna um agravante fazendo de nós acharmos que somos monstros frios.
Quem não tem nenhum conhecimento e ama julgar notoriamente rotularia todos que escreveram aqui como sociopatas, esquizofrênicos, psicopatas ou outros transtornos de personalidade (somente com anos de estudos poderíamos saber qual a situação de cada um).
Porém sabemos que temos o poder da decisão do que fazer da sua vida.
Sou um ser frio, sem sentimentos, altamente calculista.
Sei que isso me faz mais forte no fator de poder manipular os outros sem me importar com sentimentos, remorso ou culpa.
Mas a grande questão é: em um mundo rodeado de maldade vale a pena se tornar mais um maldoso?
Da mesma forma que podemos fazer o mal.. Podemos fazer o bem também.
No final todos nós iremos morrer no curto tempo de vida que cada ser humano possuí.
Saber escolher cada ação irá determinar o futuro de sua vida.
Aproveitar pequenos momentos que nunca mais irá voltar, procurar conhecer lugares, pessoas e experiências é a chave para aproveitar a vida.
Eu mesmo sigo uma regra: Não ser só mais um no mundo e sim fazer a diferença sendo o "UM" no mundo.
Aceitei a solidão como uma grande ferramenta para o conhecimento e a criatividade e sempre que tenho oportunidade tenho experiencias e busco novidades (mesmo sabendo que não irei sentir nada).
Mas a vida é cruél e logo ela irá trazer dores, doenças e no final a morte.
Aproveite ela enquanto você pode!

P.S.
Sempre que estiver agoniado, com dúvidas ou culpa.. Lembre-se que você não é seus pensamentos.
O cérebro é uma máquina poderosa, mas esse mesmo órgão pode lhe tornar um refém de vícios, medos e culpa.
Evite fazer o mal, pois de maldade o mundo tá cheio de pessoas que já cometem!
Fazer o bem e viver bem é o grande tesouro que poucos possuem!
Ahh.. falando em tesouro o maior de todos que temos é o TEMPO.
Vivemos como imortais, mas logo logo iremos embora sem nem perceber.
Cada segundo vale tanto que nenhum valor pode pagar.
Mesmo sem ter sentimentos nós podemos escolher como viver nossa vida da melhor maneira possível!
(Curtir)
03/10/2016
03/10/2016
👏🏼👏🏼👏🏼
😍😍😍
1 curtida (Curtir)
17/10/2016
Ola Dr meu nome é wesley, tenho 21 anos vou começar do inicio: antes quando eu era mais jovem eu so dava dor de cabeça pros meus pais, fazendo as coisas de errado e tipo eu nao tinha sentimentos de ter dó deles por tudo que eu fazia, mas de uns anos pra ca eu tenho um sonho muito incrível de ser pai. hoje tenho sentimentos, tanto que quando vejo algo tipo alguem na rua passando frio me parte o coração ou quando vejo alguem numa cama de hospital me doi por dentro. eu tenho catara nos dois olhos, tenho uma mancha de nascença no pescoço e do lado do rosto e eu comecei a ser uma pessoa boa, nao consigo magoar ninguem e sim me magoar pra nao ferir os sentimentos de outra pessoa. eu as vezes me pergunto por que pras pessoas eu sou diferente, tipo as pessoas me olham com cara de nojo mas não tenho culpa de ter nascido assim e eu nunca consegui ter um relacionamento serio por esse motivo, por que as pessoas não buscam o amor e sim a beleza. em janeiro desse ano conheci uma menina e acabei sentindo sentimentos muito alem do que ja senti por outra pessoa e ela sabe disso, mas no inicio ela me tratava de um jeito e hoje tipo meio que nao sente minha falta, por que ela diz que nao tem como sentir um carinho por alguem que ela nunca viu e ela mora perto de mim e nao sei por que eu tenho esse medo de pedir pra ir conhece-la, é melhor por que aos poucos to perdendo ate a amizade dela e por eu ter esses problemas eu fico envergonhado e isso me magoa tanto que eu desanimo de tudo mesmo pedindo forças pra DEUS. eu vejo as pessoas umas amigas das outras e so eu que nao tenho muitos amigos e os que tenho nao sao os amigos que eu queria tem uns aguento por que trabalham comigo e outros que não falam tanto comigo por que tao namorando e tipo ja percebi que numa roda de amigos eu sou o unico que nao faria falta se não estivesse ali. e meus pais nao fazem ideia da bagunça que minha vida é por isso ai ouço muita gente falar que beleza nao é tudo, que um dia acaba e que ter um bom coração ja ta valendo mais. me diz do que adianta eu ser bom se nao tem uma pessoa que repara nisso, as pessoas so reparam no meu fisico. eu vou trabalhar e sempre tem uma ou outra pessoa que fica me olhando como se eu fosse um monstro eu ja ate desanimei de estudar por conta de pessoas que zuavam meu fisico e mesmo assim nunca desejei o mal deles, agora me diz: eu vim pra esse mundo pra ficar desse jeito ate o fim da minha missao na terra? eu nao sei como que eu nunca entrei em depressao . eu nao sei como fazer pras pessoas verem o quanto sou bom e que meu fisico é apenas uma carne e que um dia vai virar pó e tipo amo aquela pessoa nunca vi ela e ela ja falou que enquanto nós nao nos ver ela nao vai ter aquele carinho por mim tipo ela nao disse com essas palavras mas deu pra entender que se eu quiser ter um futuro com ela vou ter que conhece-la pra depois conquista-la mas como disse, como enfrento essa minha vergonha e medo dela me achar feio e sumir? me ajude por favor, nunca desabafei assim nem com minha mae.
(Curtir)
17/10/2016
17/10/2016
Deixa de besteiras, Wesley. Ora, cabra, você não tem nenhuma doença (embora haja gente que acha que feiura é doença), tem um trabalho (coisa difícil de conseguir, hoje em dia), conta com a proximidade de pai e mãe, tem sensibilidade refinado para com os outros (seu relato sobre a dor que lhe causa o sofrimento alheio é tocante) e sabe se comunicar (forte, sua mensagem). Quanto ao hemangioma de pele do qual você é portador, o que dizer de quem é paralítico, é cego, tem depressão grave, doença congênita incapacitante e muitas outras mazelas e mesmo assim levam uma vida digna e têm seus companheiros. Conheço uma pessoa de 26 anos que já se internou 32 vezes e fez 9 cirurgias dos pulmões (ele é portador de doença fibrocística do pâncreas) mirando de perto a morte, dia e noite. Pois bem, esse moço é um guerreiro e não se entrega: tem sua profissão, casou-se há 6 meses e possui muitos amigos. Eu sou um deles e até fui (com muito orgulho) padrinho de seu casamento. Qual a diferença entre ele e você: ele tem muito mais razões para se sentir perdedor que você, mas adota atitudes positivas face aos desafios. Você, ao contrário, escolhe fugir, recuar, recusando-se a lutar.
ATITUDE, Wesley, ATITUDE FACE AO DESAFIO. É ESSA A DIFERENÇA. O MUNDO NÃO SE DIVIDE ENTRE OS FEIOS E OS BONITOS, OS COM MANCHA E OS SEM MANCHA, ETC. O MUNDO SE DIVIDE ENTRE OS QUE TÊM ATITUDES POSITIVAS, DE LUTA, E OS QUE RECUAM, SE RENDEM, SE AMEDONTRAM. VAMOS LÁ WESLEY, ESCOLHE TEU TIME, SE É O DOS QUE NUNCA SE ENTREGAM OU O DOS QUE SEMPRE SE RENDEM.
(Curtir)
22/10/2016
Olha, nunca ninguém me disse isso igual vc fez e eu jamais vou deixar de lutar. Eu te prometo que terei mais atitude daqui pra frente, vou viver minha vida com pessoas gostando ou n de mim. apesar de q quem tem DEUS tem td nessa vida, ne doutor? muito obrigado por td doutor. Deus te abençoe vc e esse seu amigo guerreiro .
(Curtir)
22/10/2016
22/10/2016
Você também é um guerreiro, meu amigo MANCHA. Me inclua na sua lista de amigos. E saiba que, desde a mais remota antiguidade, em algumas comunidades orientais pessoas portadoras de "nevus hemangiomatosos cutâneos" (nome científico da sua pigmentação da pele) são consideradas seres superiores, conquistando adoradores e seguidores. Portanto, encare e vença.
(Curtir)
26/10/2016
Olá bom dia, sou mulher tenho 47 anos fui casada 4 vezes mas muito pouco tempo cada um. o maximo que consegui foram dois anos, não consigo me apegar em ninguem com amor,um dia eu sinto falta no outro não quero nem ouvir a voz, gostaria de ser normal Dr.pois meu filho não concorda com meu jeito de ser. Eu trabalho durante a semana mas no final de semana me isolo, tranco toda a casa para não receber ninguem.
por favor me ajude.
(Curtir)
26/10/2016
26/10/2016
Moça uma coisa é certa: não se case mais. Não se violente. Quatro tentativas já foram o suficiente pra mostrar que essa experiência não lhe faz bem. Se você não gosta de relacionamentos muito próximos, não considere isso como algo anormal. Mas você precisa aprender a preencher sua solidão, com leituras, esportes, caminhadas, passeios, viagens, etc. E diga ao seu filho que você é assim e que assim ele deve lhe aceitar e respeitar.
1 curtida (Curtir)
30/10/2016
Hoje eu estava conversando com um amigo meu e relatei isso a ele,então ele me falou que tinha um nome pra isso,fiquei curiosa e acabei achando esse site.Obrigado Dr.por esclarecer minhas dúvidas,achei que eu era algum tipo de aberração,mas vejo que sou uma pessoa comum.Lendo os comentários fiquei mais feliz por achar pessoas com as mesmas dúvidas que as minhas.Obrigada por me fazer mais humana.Também quero ser uma médica,espero ser uma profissional tão boa quanto o senhor.
(Curtir)
30/10/2016
30/10/2016
Valeu minha fada. Somos diferentes, mas também somos normais. Além de normais, somos geniais.
(Curtir)
29/10/2016
não existe nada que eu não goste, gosto de tudo e todos ,sou bem nervosa, mas depois que passa tudo fica normal como se nao tivesse acontecido. Eu não tenho sonhos reais só vontades passageiras e isso é em relação a tudo,me sinto vazia e nem sei se isso tem como mudar, parece que não tenho personalidade e nem vontades proprias e reais.
(Curtir)
29/10/2016
29/10/2016
Eita confusão, cabra, é esse teu coração!!
(Curtir)
28/10/2016
Não sei se amar alguém é querer essa pessoa por perto, nunca querer sair do seu lado, só tem uma pessoa que faz eu me sentir assim, as outras pessoas eu não ligo eu não odeio nem gosto delas, as vezes tenho pensamentos genocidas, tenho vontade de matar e não tenho medo de fazer fazer isso e não me importo em fazer

Isso é normal?
(Curtir)
28/10/2016
31/10/2016
Doutor, não sei o que acontece comigo, mas sempre que vejo meus pais juntos eu tenho um sentimento de nojo. Eu não suporto ver a cena, eles já foram divorciados mas reataram novamente. não sei que eu fazer
1 curtida (Curtir)
31/10/2016
31/10/2016
Mas veja se pode!? Agora deu: ficas enfadada porque vês teus pais se entendendo!! Tu preferias vê-los trocando tapas, ofensas, alimentando energias de conflito? Pois em teu ligar eu ficaria era muito do alegrão. Te ajeita, cabra. Larga de marmotas 😖
(Curtir)
02/11/2016
Olá doutor , até agora pouco eu tinha um namorado que eu a qual eu ainda o amo muito infelizmente , pq ele de um dia p o outro veio me dizer p eu sair da vida dele , sem motivo , de um modo seco , ai eu fui falar com uns uns conhecidos deles e descobri que ele faz isso com todo mundo , ou seja ele conquista as pessoas e depois ele descarta como se as pessoas não fossem nada , faz isso na maior crueldade, sem motivos , e sem a maior consideração todos falam que ele tem distúrbios mentais , eu já estou acreditando nisso , o que o senhor acha doutor, obrigada
(Curtir)
02/11/2016
02/11/2016
AQUEÇA QUEM LHE AQUECE, ESQUEÇA QUEM LHE ESQUECE.
(Curtir)
07/11/2016
Só mais uma coisa Dr, que esqueci de mencionar que apesar dos pesares, trato todo mundo muito bem, todos dizem que sou muito simpática, tem pessoas que até dizem que é difícil encontrar uma pessoa tão simpática como eu, eu até acho estranho, pq só sei ser assim rs...apesar de sentir ódio e preferir ficar sozinha, não menosprezo ninguém, até pq ja passei por isso e sei o quanto dói. E só dou as pessoas o que queria que tivessem dado a mim na época, por puro prazer de ver o sorriso nelas e só.
E deixo aqui uma mensagem a todos os paiS: "FABRIQUEM CRIANÇAS FELIZES PELO BEM DA HUMANIDADE!"
1 curtida (Curtir)
07/11/2016
11/11/2016
eu tbm sou assim, pensei q só era eu. eu n consigo ter sentimentos por alguem, ja tentei e não consigo , não sinto falta, nunca tive uma namorada, e tudo pra mim é tipo assim "tanto faz". uma amizade por exemplo que eu goste, se quiser se afastar de mim, p mim tanto faz.
e tenho outra coisa, q p mim é muito estranho: não sinto vontade de fazer sexo (sou hétero) mas n vejo tipo uma necessidade de fazer sexo.
1 curtida (Curtir)
11/11/2016
11/11/2016
Isso tem nome: MISANTROPIA. Não é anormal. É um jeito de ser, um estilo.
1 curtida (Curtir)
17/11/2016
Olá Doutor, bom, me chamo B. Devo dizer que me sinto horrível por ser quem sou, eu realmente não sinto muita coisa na vida, eu me sinto vazia e a cada dia que se passa é mais uma "empurrada de barriga", várias coisas na minha vida aconteceram e eu não tive uma reação "normal" e isso me deixa me sentindo péssima, eu queria sentir como os outros... E bem, eu também tenho uma facilidade grande pra enganar pessoas, é quase que um dom natural (é muito fácil) engana-las e eu já fiz isso algumas vezes, foram com pessoas muito próximas (melhores amigas, namorados) e no exato momento que eu fiz mal pra elas eu fui ajudar, foi como cravar uma estaca no peito e abraçar depois o machucado, tudo foi encenado perfeitamente em todas as vezes e bem, eu não faço mais nada do tipo, eu sei que foi errado e terrível então eu me controlo muito bem hoje, faz anos que eu não faço exatamente nada do tipo e nem farei porque eu me sinto realmente ruim em ser assim. Eu reconheço que eu posso ser muito ruim, mas eu não uso essa arma, espero não ser julgada de uma forma ruim porque apesar de tudo hoje eu sou uma boa pessoa, eu sou simpática, gentil, educada e muitas pessoas gostam de mim porque eu faço coisas boas para todos ao redor, mas eu não sinto muita coisa por elas, eu poderia deixa-las e nada aconteceria comigo, um exemplo foi de quando namorei anos um cara e nós terminamos, não escorreu se quer uma lagrima dos meus olhos, eu não senti nada. Quando uma pessoa próxima de mim faleceu (uma pessoa que eu conhecia há anos e frequentava sua casa) eu não fui ao velório/enterro, eu não senti nada... Quando rompi uma amizade por motivo fútil de mais de dez anos (amiga intima) eu não senti nada. Eu me assusto as vezes comigo mesma e estou muito confusa, eu estou atualmente desesperada agindo por impulso em busca de qualquer coisa que faça sentir algo. Infelizmente eu nunca chorei de felicidade, de saudade, de nada, só consigo chorar quando estou com raiva e eu me odeio muito por ser assim, é realmente triste ser alguém assim. Agradeço pelo tempo.
(Curtir)
17/11/2016
17/11/2016
Quero é distância de ti. ☹️️
3 curtidas (Curtir)
17/11/2016
Dr eu não consigo parar de pensar no nome dela, mas quando eu vejo ela eu não sinto nada por ela, eu sempre quero olhar pra ela, mas eu tento o máximo possivel não olhar pra ela. o que eu faço? Não sei mais o que fazer pra esquecer essa menina que não sinto nada por ela :(
(Curtir)
17/11/2016
17/11/2016
Pois quando você ver ela não pense nela mas sim pense no namorado dela que está ali do lado dela de Olhão em tu que não sente nada por ela mas que quer olhar pra ela mesmo sabendo que pode levar umas lapadas do cabra que tá ligadão no mané como tu que vai apanhar até ficar ficar banguela e largar da moda besta de olhar tanto pra ela 🦃
1 curtida (Curtir)
18/11/2016
Distância? :/
Ajudou demais.
(Curtir)
18/11/2016
03/12/2016
Excelentes filosofias! Em especial a do Dr. Olá Dr. Sou Rosy Sampaio e tenho 21 anos. Desde criança sou solitária, pra falar a verdade até gosto da solidão, porque ela nos fazem pensar de forma diferente, acabamos nos diferenciando da maioria, algo que é muito bom. Tudo que o mundo não "enxerga" nós que somos solitários enxergamos, algo que é magnífico. Criamos, refletimos, observamos. Desde criança tenho observado que não sou a filha preferida, que meus irmãos são mais lembrados. E com isso muitos dos meus problemas resolvi sozinha. Sei que meus pais amam mais meus irmãos do que eu, tenho observado isso em cada detalhe da minha vida. Até hoje sou desprezada por eles, eles me tratam como uma pessoa burra, idiota, e que não tem futuro. Por muitos acontecimentos em minha vida, comecei a observar cada vez mais os seres humanos e muitos deles são tolos e ignorantes. Não tenho aproximação com meus pais, pra falar a verdade sinto mais pena do que outra coisa e com meus irmãos também. Pra falar a verdade amo só os animais, eles demonstram ter algo diferenciado da raça humana. Sou admiradora da natureza e dos animais irracionais, que parecem ser mais racionais. Sou uma pessoa dificil de ter amizades, porque quando observo algo de errado nas pessoas eu as isolo para não causar possíveis problemas futuros a mim. Pra falar a verdade só tenho dois amigos homens. Sim, amigos homens, porque os maiores filósofos e cantores como Aristóteles e Renato Russo eram homens. Pra falar a verdade nenhum ser humano é digno de confiança, mas com o "bicho" mulher você tem que ter mais cuidado. Em um dos muitos momentos de solidão criei uma filosofia: " Talvez com medo de morrer e nunca mais ver a luz da vida, o homem teria inventando que Deus existe... Por outro lado, talvez Deus possa existir, porque, até mesmo a ciência não sabe explicar a perfeição das coisas. Em um mundo cada vez mais egoísta, o amor cai em esquecimento, as coisas mais simples que nos fazem bem desaparecem, a falsidade domina nos olhares inocentes, a tristeza invade, a solidão toma conta e então nos envolvemos em colapso tenebroso que não sabemos o seu final". Interessante não é? A solidão às vezes é necessária.
(Curtir)
03/12/2016
03/12/2016
Rosy, meu anjo, vou te dizer: teu juízo é bem pouquim. E bem doidin... 💣.
(Curtir)
09/12/2016
E como se td fosse normal nd me surpreende
(Curtir)
09/12/2016
12/12/2016
Eu gostaria de saber se no meu caso é normal não se importar com ninguém, mesmo se todos morrerem ou viverem. Ex: alguns parentes meus morrerão e eu não estava nem ai. Meu pai esteve quase para morrer, meu irmão ficou desesperado e minha mãe também, mas eu estava muito tranquilo. E minha maior preocupação foi se o clima dentro de casa ia ficar desagradável, e como eu iria conseguir dinheiro para pagar as contas etc. Eu não me importo com ninguém, toda vez que alguém me pergunta o que eu quero do futuro eu tenho que inventar algo, já que para mim o que acontecer, aconteceu. Para min tanto faz se estou morto ou vivo, nuca me interessei por outra pessoa. Não entendo o amor, eu ate entendo que o amor tem muito a ver com o instinto básico de reprodução, mas eu não entendo por que as pessoas se apegam tanto uma a outra, por que elas fazem coisas que vão prejudicar sua vida por outra pessoa . Para mim a vida não tem sentido, é monótona. Muitos já me chamaram de psicopata, doente mental, vazio, amaldiçoado, e ate de Gay, mas eu realmente não entendo, sendo que eu nunca me interessei por alguém. Se fosse para mim definir a minha sexualidade, eu diria nenhuma. Também falam que eu não possuo sentimentos. É um Fato muito confuso e que eu odeio que maltratem outras espécies de animais, mas já o ser humano eu não dou a mínima. Eu não acho que eu tenha algum tipo de problema psicológico, eu sou assim desde que eu me lembre por gente.
1 curtida (Curtir)
12/12/2016
12/12/2016
E tu lá é gente, rapaz!! Doido e também mais lúcido que os demais.
(Curtir)
13/12/2016
GOSTEI DE TI ;)
(Curtir)
13/12/2016
13/12/2016
Mas não tem uma denominação, seria bom para quando as pessoa vierem me perturbar com todo tipo de lição de moral.
(Curtir)
13/12/2016
23/12/2016
Eu era sentimental, passei por muitos traumas e hoje não consigo sentir nada por ninguém, eu não consigo amar, oq eu fasso?
(Curtir)
23/12/2016
23/12/2016
"Fassa" uma consulta com a Irmã Janaína. Aproveite e "fassa" também um curso com o Professor Paulo Roberto...
2 curtidas (Curtir)
26/12/2016
Sinto falta das pessoas, só não sinto é vontade de ir até onde elas estão !!!
2 curtidas (Curtir)
26/12/2016
26/12/2016
Pois então faça uma festa bem bacana e convide nós, com muita comida, bebida e o Wesley Safadão !!!
1 curtida (Curtir)
11/01/2017
apesar da vontade de matar, eu nunca matei ngm
(Curtir)
11/01/2017
11/01/2017
Meu problema é meio estranho.
Não tenho afeto literalmente por ninguém. Meu primo morreu e não senti nada, meu avô também morreu e eu não senti nada. Não consigo amar ninguem, apenas a mim mesma. Sou uma pessoa extremamente calculista, confesso que não sou uma pessoa amigável. Não tenho paciência com ninguém, amo ficar sozinha. Quando alguém me irrita, fico dias, meses ou até anos planejando o que fazer com a pessoa. Geralmente dá certo, porque sempre penso em cada detalhe, cada hipótese do que pode ou não acontecer. Gosto de ficar com os caras, e logo depois que eu fico, sinto uma vontade de matar eles. Gosto de usá-los somente como diversão porque é como se fosse um jogo pra mim. Na verdade estou escrevendo isso só pra saber o que pode ser. Porque na verdade, eu não me importo.
1 curtida (Curtir)
11/01/2017
11/01/2017
Se nada te importa, porque dizes ter um problema? Sinto pena de ti, que dizes não conhecer aceita. Te garanto: amar alguém é a melhor coisa que tem!! 🌈
5 curtidas (Curtir)
15/01/2017
Li os comentários desde 2014 me indenfidiquei muito
1 curtida (Curtir)
15/01/2017
27/01/2017
Ah... outra coisa. Acho que, no final, todos nós que viemos aqui desabafar só estamos dando um grito de socorro.
(Curtir)
27/01/2017
27/01/2017
Viver é pedir socorro. E também é socorrer a quem precisa de ajuda.
1 curtida (Curtir)
28/01/2017
Também li desde 2014, eu respeito a todos normalmente, mas é diferente o meu modo de ser, na verdade nenhum modo de ser é igual, depende do ponto de vista. Existem pequenas e grandes diferenças nas nossas atitudes, por isso, existe um respeito da minha parte com os outros. nada é igual nem ninguém, nunca amei, não vou mentir, eu finjo sentimentos, mas nunca que leve a magoar outra pessoa, sei como lidar com determinadas situações, como devo agir, pq senão iria parecer um doente mental. Eu vivo normal, igual a quem ama, sou fechado também, mas tenho amigos que sei que são bons, minha família, tenho respeito por todos eles e é assim que levo, não quero falar que sou super inteligente, mas ja passei em psicólogo. fiz os testes, acertei 90% do teste de inteligência, nem eu acredito kk. A psicóloga disse que é acima da média, mas não levo isso como eu sendo superior nem nada disso, eu admiro isso nas pessoas, de tudo ser diferente, é olhar para alguém e saber que ela não é igual a mim, é saber que todas as historias, filmes, obras de artes, tudo que podemos imaginar nunca ira ser igual, é saber que nunca será igual 😊, eu vivo uma loucura pq não paro de pensar, poderia ser um engenheiro civil, arquiteto, biomedico, fiz faculdade, mas parei, por só me interessar sobre aquilo como hobby. Já fiz cursos e tudo voltado a essas áreas, mas tenho interesse em outra profissão, ser policial, pq sou muito racional e emoções eu controlo muito facil. Eu nunca fiz nada por impulso e sempre penso no que pode acabar resultado daquilo que eu fizer. Me desculpa pelo textão mas é como o comentário anterior disse, é um desabafo.
(Curtir)
28/01/2017
28/01/2017
Você é supernormal, caro amigo. Um enorme número de pessoas tem essas suas características comportamentais. Não se grile.
(Curtir)
31/01/2017
dr é normal vc não amar ninguém, vc não sentir nada e nem querer viver?. vc so querer ficar sozinha, não querer ninguem ao seu lado, não conseguir tratar ninguem bem, só fazer a pessoa sofrer? eu nao sinto nada por ninguem a nao ser raiva das pessoas e não quero ninguém comigo. como fazer para mudar isso?ou não tem como mudar? o que é isso: vc não amar ninguém, só sentir raiva?
(Curtir)
31/01/2017
31/01/2017
Essa é uma condição afetiva muito frequente. Dentre as classificações comportamentais ela está classificada como "misantropia". É muito difícil que um portador desse padrão de comportamento consiga mudar. A misantropia não é algo patológico, é uma das variantes dentre as múltiplas formas do ser humano se relacionar com o mundo. Leia "O Misantrôpo", escrito por Moliére e você irá se identificar com o personagem principal.
(Curtir)
02/02/2017
Eu ja vi alguns testes de sociopata na internet, e algumas coisas foram compativeis comigo. Eu nao sinto amor, tristeza, ou alegria, só o que sinto é raiva das pessoas hipócritas. E eu me sinto vivendo em um jogo, onde sou o ator principal, isso é triste, e o pior: só tenho 16 anos.
(Curtir)
02/02/2017
02/02/2017
Aos 16 anos o cérebro humano é um povoado por um turbilhão de sentimentos confusos e ideias conflitantes. A culpa é dos hormônios que inundam o corpo com suas energias. Segure a barra e desenhe um objetivo de vida, defina o que você deseja fazer da sua vida. Em seguida, aplique todas as suas energias na busca da conquista desse projeto e esqueça o restante. É por aí.
1 curtida (Curtir)
03/03/2017
Dr será que pode me ajudar ? Queria entender porque eu não consigo cativar amor de ninguém, não sou uma pessoa revoltada, amarga, acho que sou educada, sou prestativa, até me considero gentil, mas conviver pra mim é difícil porque todos sempre esperam o pior de mim e parece que estou sempre em guerra, as pessoas sempre querendo provar que são melhores, do que eu.
3 curtidas (Curtir)
03/03/2017
03/03/2017
Você está vivendo o enigma da esfinge: DECIFRA-ME OU TE DEVORO. É assim, a vida, a existência humana - ou você decifra as regras do convívio social, da vida em grupo, ou é devorada. Pare um pouco, reflita sobre você e suas atitudes com os outros. Converse sobre você, de modo aberto e tolerante, com pessoas que lhe estão próximas, sobre o que acham de você e em que pode ser mais agradável. Pratique esportes, leia bons livros, ouça muito e fale pouco e busque um projeto de vida - logo tudo irá melhorar
1 curtida (Curtir)
12/03/2017
Só quero um dialogo !!
1 curtida (Curtir)
12/03/2017
17/03/2017
Olá, eu vi muitos comentários, alguns até de anos atrás, eu me sinto da mesma forma, eu não amo nada... eu não sinto saudades, eu não me importo com a opinião das pessoas, de verdade mesmo.Eu li um resposta que o Dr deu em um comentário, no qual o Dr dizia que devia ser muito ruim assistir a vida como um filme ou como um quadro na parede. Pois bem, é exatamente assim que eu assisto o mundo, eu vejo as pessoas, vejo as emoções e tudo mais pra mim parece uma novela mexicana, cheia de drama e sofrimentos que na verdade não existem. Me parece que as pessoas são só atores atuando o tempo todo.
(Curtir)
17/03/2017
17/03/2017
Sem dúvidas, a vida é um grande teatro. Ou, talvez, um grande circo, com seus palhaços, seus leões amestrados e seus macacos espertos. Além dos equilibristas, anões, princesas, malabaristas, engolidoras de facas, reis e princesas, cafetões, cobradores de ingressos, pipoqueiros, vendedores de balões, cuspidores de fogo, suicidas no globo da morte, elefantes e zebras domesticados... Mas o circo só se completa com aqueles que nada fazem, a não ser sorrir e chorar, gritar e aplaudir: os espectadores - aqueles que não são do circo, ali só estão para chegar e partir. Mas que, sem eles, o circo deixaria de existir. Você, como a grande maioria, está cumprindo seu destino: veio ao circo da vida só pra assistir, se emocionar e depois partir. As luzes se apagarão para ti, mas logo depois voltarão a se acender para outras encenações desse espetáculo chamado vida. Não ria nem chore por causa do seu modo de ser. Tente apenas entender.
2 curtidas (Curtir)
27/03/2017
Olá Dr, li alguns comentários de anos atrás e me vi lendo esses textos, sou do tipo de pessoa que não sente saudades, não amo, parece que só a tristeza e a solidão me acompanha, não sou do tipo de pessoa que deseja mal ao próximo, mas também não desejo prosperidade, moro com meus pais de criação, tive uma infância mt tristeza , decepção e várias outros sentimentos ruins envolvidos, acho que isso de alguma maneira me afetou, não consigo abraçar ninguém é dizer um EU TE AMO, nem mesmo pros meus pais adotivos que sempre me ajudaram.
(Curtir)
27/03/2017
28/03/2017
Na boa...também sou assim e sou feliz...sou grata a minha vida...
Não preciso ser igual a todos.
Não gosto de ter muitas pessoas na minha vida. Não dou conta de dar atenção....porque não gosto de dar muita atenção.
Deixo isso para as filhas e mãe apenas...pois tenho obrigação com elas.
Não gosto de abraçar.
Não gosto quando arrumo um namorado e ele fica me cobrando muita atenção....logo termino.
Sou assim...tchaubrigado

2 curtidas (Curtir)
28/03/2017
01/04/2017
Não acredito que encontrei pessoas como eu! Nossa, nunca me identifiquei tanto... A ausência de sentimentos, a indiferença na perca de alguém, não estar nem aí para o que os outros vão pensar, não ter idéia do que é se apaixonar, do que é amar, de sentir falta de alguém...se irritar com assuntos e coisas alheias, com gente hipócrita, idiota... Tudo parece tanto com um verdadeiro teatro, parece que nada é real e tudo e todos vivem de mentiras! Sei la, é tudo tão esquisito.
1 curtida (Curtir)
01/04/2017
01/04/2017
De repente o normal e lógico é ser como você. Os outros é que seriam os anormais. Ou então, há vários tipos de normalidade. Assim como são vários as aves, os peixes e mamíferos, cada um com seus hábitos e costumes. Portanto, viva a diversidade.
(Curtir)
20/04/2017
Eu amo minha família, amo meus amigos, amo minha filha, amo Deus acima de tudo, mas eu nunca amei homem nenhum, gostei mas nunca amei, tenho 28 anos. isso é normal ?
(Curtir)
20/04/2017
20/04/2017
Ora, isso é muito normal. Eu também, nunca amei homem nenhum. E tô aqui, muito do satisfeito. Amor não é escolha. Amor é destino, acidente, evento aleatório, fortuito, bruma, nevoeiro, pantomima. E, para alguns, triste sina. Doença para a qual nenhum remédio encontrou a medicina.
(Curtir)
06/05/2017
Doutor, como o senhor tem paciência de ficar respondendo aqui desde 2014?
(Curtir)
06/05/2017
06/05/2017
Gosto do oiaqui. É uma experiência muito interessante. Nunca me aborrece ou cansa. Pelo contrário, me divirto.
(Curtir)
07/05/2017
Meu problema é exatamente o contrário: eu sou muito emotiva. Eu também sou muito tímida. Vivo isolada dentro de casa, não tenho amigos nem parentes próprios. Eu não consigo sair, sinto muito medo de falar com as pessoas. Queria mudar de vida, arrumar um emprego, mas eu não consigo. O que eu faço?
1 curtida (Curtir)
07/05/2017
07/05/2017
Se entregue ao isolamento não, Sabiá. Vá á luta. O isolamento é uma experiência ruim. Abra uma primeira porta, tipo frequentar uma academia de ginástica. Depois comece a participar de alguma igreja. Não é com a intenção de ir pro céu não. É com a intenção de conhecer pessoas, interagir, dialogar, trocar experiências. Outra opção é se tornar militante de algum partido político, ou alguma associação de proteção ambiental, ou uma tribo de ciclistas, adeptos de trilhas, etc. Comece a trabalhar numa empresa da área médica, onde você irá conhecer muita gente. E mergulhe do mundo da internet: face, Instagram, whats, etc... Assim fazendo, logo, logo vc sairá desse isolamento.
1 curtida (Curtir)
15/05/2017
alguns comentários são desnecessários, pois quando alguém abre o seu coração é porque a alma não aguenta mais angústia e o sofrimento.

Sejamos pacientes com todos, afinal todos somos seres humanos.
1 curtida (Curtir)
15/05/2017
15/05/2017
Bom dia Dr.
Sou Policial Militar no RJ.
A desconfiança das pessoas me deixou muitos anos no "ostracismo",não dava atenção aos vizinhos, parei de procurar os amigos, ignorava telefonemas e jamais ia as festas as quais era convidado. Um dia minha esposa quis saber o que eu ia fazer da minha vida ao me aposentar pois faltavam 12 (doze) anos e não conseguia conversar mais de dois minutos com a pessoa caso não fosse ela Policial também, eu havia chegado num limite que não me era mais possível interagir com civis, refleti muito e passei a dar mais atenção as pessoas que me cercam e que bom que isso aconteceu, me sinto muito melhor atualmente.
(Curtir)
15/05/2017
15/05/2017
👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼
Pronto, galera, taí um depoimento bacana, construtivo. A lição que nosso amigo policial nos trás é dez: tentar. Tentar sair da situação desagradável, buscando saídas sensatas, positivas, produtivas, otimistas, vencedoras. Tudo se resume ao famoso LUTAR, LUTAR E LUTAR. E NUNCA SE ENTREGAR.
(Curtir)
18/05/2017
Sou assim também indiferente a tudo
(Curtir)
18/05/2017
20/05/2017
Sinto como se estivese morta por dentro.
1 curtida (Curtir)
20/05/2017
26/05/2017
Dr sou nova aqui. Terminei com meu namorado faz 1 ano, ele disse para me que não conseguia mostra o mesmo que eu mostrava para ele, amor e carinho, quando terminamos ele chorou ( isso era para ser minha pessoa ) mas depois falou que isso era de momento e que só sentiria falta das nossas conversas, e ainda pediu amizade (só que não deu certo pois ele queria ser meu amigo sem fala comigo). Minhas melhores amigas são da sala dele então eu vivo lá, a gente não se fala mas como eu disse, mas tem uma coisa que me chama muito atenção ele mim observa ainda de longe, já peguei ele varias vezes me olhando, minhas amigas já perguntaram para ele por que ele não fala comigo, a resposta dele sempre é por que eu não falo com ele, mas sou eu que sempre fala primeiro, eu queria saber o que você entende sobre isso ?
(Curtir)
26/05/2017
26/05/2017
Eu entendo que vocês são dois desocupados. Vão procurar o que fazer, cabra. Vai aprender um ofício, ao invés de ficar nesse "nhem-nhem-nhem" 😡.
(Curtir)
30/05/2017
Recentemente viajei a uma cidade com uns amigos e conhecemos duas pessoas, a primeira vista achei que fosse um casal gay mas fiquei curiosa com um deles, quando chegou perto de mim alguma coisa aconteceu, fiquei nervosa e trêmula mas como sou muito carismática cumprimentei eles, só havia meu grupo de amigos e eles na cidade por volta de 02:00 da manhã iniciamos uma conversa, eles eram de lá mesmo mas havia alguma coisa nele que eu fiquei intrigada, olhava fixamente nos olhos dele e ele desviava o olhar de mim rapidamente e tentava entender de alguma forma o mesmo que eu, como se eu soubesse exatamente quem ele era e o que estava pensando e vice versa, ficamos todos amigos nesse dia, éramos pessoas parecidas, sonhadoras e livres, vivemos algumas aventuras nessa madrugada a cidade era realmente linda e eu estava realmente feliz, foi amanhecendo e fomos embora, nos despedimos e continuamos mantendo contato por rede social. Então já no outro dia começamos a conversar e fui percebendo semelhanças absurdamente idênticas, como se estivéssemos conectados ou que éramos o espelho um do outro, não aguentei, eu precisava vê-lo novamente.
Minha prima veio passar o fim de semana na minha casa e resolvemos ir àquela cidade, eu contei tudo a ela e então partimos,chegamos lá umas 23:00h e ficamos andando naquela maravilhosa cidade iluminada, até que encontrei ele e seu amigo novamente e senti a mesma "conexão" da outra vez e então fomos a casa de uns amigos dele, no caminho compramos um vinho e uns cigarros, ao chegar cumprimentei todos, haviam umas seis pessoas, bebemos um pouco e já estávamos com o mesmo pensamento, eu sabia disso só de olhar pra ele então parece que tivemos a mesma ideia, ir ao lago novamente e pagar uma coisa que havíamos prometido, não podíamos não cumprir porque era uma "jura de mindinho" rsrs, então fomos mas o amigo dele ficou, no caminho encontramos outro amigo, estávamos deitados em arbustos fofinhos e ao vê-lo,para dar as boas vindas o empurramos em um dos arbustos hahaha foi umas das partes divertidas...Então fomos ao lago e em outros lugares, vivemos outras aventuras e matamos curiosidades, minha prima fez amizade com o amigo dele e na volta eles queriam ir direto pra casa, e nós não, já sabíamos que não, então fomos subindo uma rua em direção a outro lago e nos deitamos no meio da rua pra olhar as estrelas e contar as nossas histórias e aventuras, depois reencontramos minha prima e o amigo dele e voltamos, o amigo dele foi pra casa e ele esperou conosco até a hora de ir, nos despedimos e fomos embora, confesso que me deu um aperto de deixar aquele lugar, e ele é como se eu já o conhecesse a anos e anos, ainda nos falamos todos os dias,e os assuntos não acabam, falamos sobre qualquer coisa e é uma conversa mais interessante que a outra, temos até os mesmos sonhos, mas nesse tempo eu criei algum tipo de afeto por ele, não sei explicar se é amizade ou se é como se fossemos irmãos ou até mais, mas essa é a única coisa que eu não entendo e não tenho coragem de descobrir, tenho medo de estragar esse vínculo com perguntas desnecessárias e acabo ficando com um aperto no coração e sem saber nem poder explicar o que estou sentindo.

Gostaria que me ajudasse e desse sua opinião sobre a história. Agradeço!
(Curtir)
30/05/2017
30/05/2017
Li e reli. Fiquei confuso. Não vou conseguir dar nenhuma opinião sobre essa longa é complexa história. Desculpe-me. ☹️
(Curtir)
31/05/2017
Olá
Procurem um psicanalista gratuito,em um site chamado vemevetv.com.br, ele fica ao vivo de terça a sexta das 10 as 13hs
Muito bom!
O dr. Aqui é maravilhoso...O psicanalista que indico vai agregar mais valores ...
Obrigada
(Curtir)
31/05/2017
07/06/2017
Eita, vocês são tudo doidos!!
(Curtir)
07/06/2017
07/06/2017
E tu deves ser tão "normalzinho"... que chega a ser chato!! 😏
(Curtir)

Nossos Videos

Workshop sobre Colaboração - a vida e o sucesso das organizações


Veja todos os videos

Medimagem

Teresina - Piauí


10.429.997
Acessos

39.990
comentários

9.525
respostas

Nossos Vídeos

Workshop sobre Colaboração - a vida e o sucesso das organizações


Veja todos os videos