MedZap
(86) 3131-1234

NOTíCIAS

Estudo de revisão confirma benefícios do exercício físico para saúde cognitiva do cérebro no envelhecimento

Artigo de revisão mostrou que o exercício físico por pelo menos 52 horas em um período de seis meses está associado a um melhor desempenho cognitivo em idosos com e sem comprometimento cognitivo.

Tamanho da letra:
A
A
Publicado em: 12 de junho de 2018

Intervenções com uma média de 52 horas em um período de 6 meses - em média cerca de uma hora, três vezes por semana - foram ligadas a melhorias cognitivas específicas em adultos com e sem comprometimento cognitivo, relataram Joyce Gomes-Osman, da Universidade de Miami Miller School of Medicine, e colegas, no periódico Neurology: Clinical Practice.

Foi realizada uma revisão sistemática com o objetivo de avaliar os ensaios clínicos controlados e randomizados que propunham exercícios para influenciar a cognição em idosos para (1) avaliar a qualidade metodológica usando os critérios Cochrane, (2) descrever várias medidas de dose de exercício físico e avaliar sua relação com melhor desempenho cognitivo e (3) identificar padrões consistentes de efeitos relatados na cognição.

Os participantes tinham uma idade média de 73 anos e 67,58% eram do sexo feminino. Do total da amostra, 59,41% dos participantes foram classificados como idosos saudáveis, 25,74% tinham comprometimento cognitivo leve e 14,85% tinham demência.

Os resultados mostram que houve boa qualidade metodológica geral em todos os 98 estudos incluídos. A avaliação da relação entre cognição melhorada e várias medidas da dose de exercícios (duração da sessão, minutos semanais, frequência, total de semanas e total de horas) revelou uma correlação significativa com o total de horas dispensadas à prática de exercícios físicos. Melhorias na cognição global, velocidade de processamento/atenção e função executiva foram mais estáveis e consistentes.

O artigo de revisão mostrou que o exercício físico por pelo menos 52 horas em um período de seis meses está associado a um melhor desempenho cognitivo em idosos com e sem comprometimento cognitivo. Modalidades de exercício apoiadas por evidências são as aeróbicas, as de treinamento de resistência (força), os exercícios que envolvem mente e corpo (ioga, Tai Chi Chuan) ou combinações dessas intervenções.

Fonte: Neurology: Clinical Practice, em 30 de maio de 2018
Edição: F.C.

Comentários

Nenhum comentário cadastrado. Seja o primeiro!





Deixe seu comentário

Nome*
Email*
Verificação*
Seu comentário*