(86) 3131-1234

MINHA HISTóRIA

Socorro Mesquita e o amor pela Enfermagem Pediátrica

Satisfeita, porém nunca acomodada, gerente de enfermagem do Prontomed Infantil fala de sua vida e sua longa relação com a empresa.

Tamanho da letra:
A
A
Publicado em: 26 de outubro de 2011
A enfermeira Socorro Mesquita é o que podemos considerar símbolo do amor pelo trabalho. Com seu jeito expansivo e sua conversa fácil, consegue ?ajeitar as coisas da melhor forma?, como ela mesma diz, na base do respeito e do carinho. Socorro está no Prontomed Infantil praticamente desde o começo da empresa. Talvez por isso, fale com tanta firmeza e conhecimento de causa sobre essa jornada.

?Eu me formei na UNIFOR, no Ceará, e quando vim pra cá, passei os primeiros meses muito triste porque não conseguia emprego. Até que consegui emprego no SAMIU, onde trabalhei por dez anos. Depois recebi o convite de uma amiga, Amélia Rodrigues, que já estava no Prontomed, para trabalhar no novo hospital pediátrico que o Dr. Cerqueira estava construindo?, lembra Socorro.

Ela conta que ouviu muitos comentários de pessoas próximas desestimulando a mudança, ressaltando que ela deixaria ?o certo pelo duvidoso?. Mas depois de pensar muito a respeito, considerou o valor do convite e resolveu aceitar. ?Se me chamaram é porque me acharam boa profissional. Me senti valorizada. Vim e comecei aqui com 5 leitos. Isso já vai fazer 15 anos. A medida que o tempo foi passando, a empresa foi crescendo, o público foi aumentando e hoje tá aí, esse ?mundo? que você pode ver. Nunca me arrependi?, diz Socorro, orgulhosa.

Socorro explica que muito de seu apego e orgulho se deve ao amor que tem pelo seu trabalho. Conta que passa mais tempo no Prontomed Infantil do que em sua própria casa e, por isso, sua vida também é aquele ambiente. Outra motivação é sua equipe, que considera preparada e unida. ?Recebi 12 técnicos de enfermagem que saíram da escola sem vivência, sem experiência e procurei orientar da melhor forma. Trato todo mundo igual e assim todos trabalham com amor, com união. Cada um tem sua contribuição a dar?.

Essa integração da equipe, Socorro considera fundamental, principalmente se tratando de um público tão especial. Ela ressalta que trabalhar com crianças pede, sim, um trato diferente e uma postura ainda mais adequada. ?A questão é que temos que lidar não só com a criança, mas com os pais, com os avós, às vezes até com os vizinhos, pela fragilidade da criança e pelo sentimento de proteção. Se você for bem simples, explicando com calma, a criança entende você. Até um bebê, através dos seus gestos e de suas expressões, consegue absorver. E assim também com os adultos que acompanham. É preciso entender que estão num momento de estresse e tentar amenizar, ajudar no que for possível. Já atendi muitas crianças aqui que hoje estão adolescentes e me chamam de tia Socorro. Isso é muito gratificante?.

Não é à toa que ?tia? Socorro já conseguiu até influenciar a filha quanto à escolha pela profissão. ?Ela também escolheu a Enfermagem e já está estagiando?, conta. Se bem que Socorro diz que não foi ela quem escolheu a Enfermagem, mas a Enfermagem que a escolheu. ?Eu queria fazer Vestibular para Fisioterapia e marquei o código errado. Acabei fazendo prova para Enfermagem. Passei e como sempre gostei da área de Saúde, disse ?vamos lá?. Amei o curso e hoje agradeço por aquele código errado?, se diverte.

Hoje, Socorro faz questão de mencionar que nesses anos de Prontomed Infantil sempre recebeu incentivo para se reciclar e se especializar. ?É uma das coisas que considero mais importantes: aqui a gente tem grandes oportunidades. Na área de saúde você precisa se reciclar sempre e o próprio diretor dá abertura pra isso?.

Satisfeita, porém nunca acomodada, Socorro enfatiza que momentos marcantes foram muitos, mas procura encarar todos os dias como especiais. ?Se estou aqui até hoje é porque estou contribuindo com alguma coisa boa, positiva. Então, por vontade própria eu acho que não saio daqui. Porque eu sempre trabalho como se aquele dia fosse meu primeiro dia. Não adianta se acomodar. No primeiro dia de trabalho, você quer mostrar serviço, faz tudo com alegria. O segredo é manter essa energia?.

Com tantos feitos, não há como desacreditar. Socorro Mesquita, hoje gerente de Enfermagem do Prontomed Infantil, faz parte dessa história de trabalho e sucesso.

RÁPIDAS

Livro: O pequeno príncipe
Filme: O guarda-costas
A maior das virtudes: Sinceridade
Lazer preferido: assistir filme com os filhos
Desejo para o futuro: me aposentar trabalhando numa UTI pediátrica
Conselho aos novos profissionais da Enfermagem: ser dedicados e responsáveis


D.S
26/10/2011

Comentários

Nenhum comentário cadastrado. Seja o primeiro!





Deixe seu comentário

Nome*
Email*
Verificação*
Seu comentário*