(86) 3131-1234
*

MINHA HISTóRIA

Clarice Brito e a revolução na Central de Materiais e Esterilização do Prontomed

A enfermeira, que coordena a Central de Materiais e Esterilização - CME fala de sua trajetória pessoal e sobre o trabalho que é realizado para dar suprimentos ao Prontomed e outras empresas do Grupo Med Imagem.

Tamanho da letra:
A
A
Publicado em: 31 de agosto de 2011
Trabalhando no Prontomed desde 2008, a enfermeira Clarice Brito Fontenele trouxe consigo muitas ideias para pôr em prática. Responsável pelo Centro de Materiais e Esterilização do hospital, Clarice coordena o setor de apoio que fornece materiais esterilizados para o Centro Cirúrgico, UTI e ainda para a Med Imagem, Medplan e Oncomédica 24h por dia.

A responsabilidade que a função exige não intimidou a enfermeira, que desde o início veio desenvolvendo um trabalho que garantiu ao setor agilidade, eficiência e segurança com relação à qualidade da esterilização.

Com a otimização do serviço obtida através de estratégias elaboradas, a distância física entre a Central de Materiais e o Centro Cirúrgico, por exemplo, já não era mais um problema. ?Passamos a planejar estratégias de entrega dos materiais necessários para as cirurgias programadas. Criamos os kits cirúrgicos, que são preparados e entregues ainda na véspera da cirurgia e executamos procedimentos padronizados para o caso de cirurgias de urgência?, explica.

Uma constante na rotina do setor, segundo ela, é inovação. ?É algo que nós prezamos muito porque nosso compromisso é com a excelência. Sempre estou participando de congressos e feiras em grandes centros para me atualizar sobre o que há de melhor e mais novo na área de suprimentos cirúrgicos e também faço pesquisas freqüentes com os cirurgiões para saber deles o que é importante incluir e melhorar?, afirma.

A enfermeira destaca o estímulo dado pelo Prontomed a proposições inovadoras. ?O melhor de tudo, é que a direção do Prontomed aprova prontamente nossas iniciativas e isso nos estimula a querer sempre agregar mais qualidade ao nosso serviço?, frisou. O resultado do esforço é recompensado com um índice quase nulo de infecções e padrões reconhecidos pelos indicadores de qualidade da esterilização.

Mas para chegar até o Prontomed, Clarice percorreu um longo caminho inspirado pelo pai, que é proprietário de farmácia. Nascida no município de Santo Antônio de Lisboa, localizado na microrregião de Picos e que possui cerca de 5 mil habitantes, Clarice vem de uma família de 5 irmãos que optaram pela área da saúde. ?São três enfermeiros e dois farmacêuticos?, conta.

Sempre sorridente, Clarice sempre estimula sua equipe a fazer o melhor
Sempre sorridente, Clarice sempre estimula sua equipe
a fazer o melhor
?Costumo dizer que meu pai é um diamante perdido naquela cidade, pois ele sempre se mostrou um homem diferenciado que nos incentivou desde crianças a priorizar os estudos?, orgulha-se Clarice, lembrando que desde os oito anos escutava o pai ler para os irmãos histórias da mitologia grega e era orientada a fazer resenhas críticas de todos os livros que lia. ?Isso nos estimulou muito a querer sempre buscar o conhecimento?, justifica.

A escolha pela enfermagem foi feita cedo, ao sentir a falta de assistência às pessoas que freqüentavam a farmácia do pai. ?Sempre via as pessoas chegando lá precisando de cuidados. Por isso quis fazer algo que primasse pelo princípio da solidariedade. E a enfermagem faz isso de uma forma humanizada. É a minha parcela de contribuição para a sociedade?, avalia.

Clarice dividiu os estudos do ensino básico entre as cidades de Picos e Teresina para cursar a graduação em João Pessoa, na Paraíba. De lá, ainda trabalhou em um Hospital e na Universidade Regional do Cariri ? URCA, no Ceará, época em que soube da seleção para a Central de Materiais do Prontomed. ?Participei do processo seletivo e recebi o desafio de coordenar a CME, e estou aqui até hoje procurando sempre melhorar o que já fazemos bem?, declara a enfermeira, que coordena um grupo de dez colaboradores.

 

Rápidas:

Um hobby? Ouvir música.

Um livro? O símbolo perdido, do Dan Brown.

No seu tempo livre, você... Brinco muito com a minha filha Sophia, de um ano e sete meses que é minha paixão.

Uma música? Reconvexo, do Caetano Veloso.

Projetos? Quero me aprimorar em outras áreas da enfermagem e fazer mestrado.

A.N.
31/08/2011

Comentários

Nenhum comentário cadastrado. Seja o primeiro!





Deixe seu comentário

Nome*
Email*
Verificação*
Seu comentário*