(86) 3131-1234
*

ARTIGOS

Agora é hora de pensar mais sobre a importância dos hábitos saudáveis

Quem já treina e tem hábitos saudáveis está se virando em casa. Quem não tem o hábito é uma oportunidade para começar.

Tamanho da letra:
A
A
Publicado em: 23 de março de 2020

Imagem: iStock

Mesmo já sabendo quem será mais ou menos afetado pelo coronavírus –tendo ideia dos grupos de risco –, há coisas na nossa vida que são imprevisíveis. Estamos "imunes" a tudo isso? Provavelmente não. Existe uma regra? Também não. Vamos evitar? Não sabemos, mas a partir de agora criamos um grande "grilo falante" de prevenção, de fugir de problemas crônicos que podem ser prevenidos e de, uma vez por todas, incluir hábitos saudáveis em nossas vidas.

Quem já treina e tem hábitos saudáveis está se virando em casa, fazendo o que pode. E para quem está sem nenhum sinal e sintoma, em isolamento, e não está treinando ou nunca treinou, essa é uma grande oportunidade para começar.

Mas é difícil começar sem se apegar a um fato. Por isso que é tão importante, nesse momento, entendermos o tipo de motivação que estamos despertando. Reforço sempre sobre motivação extrínseca –a motivação que temos por fatores externos, como estar bem para os outros, que é um gatilho que acaba desmotivando com o tempo — e intrínseca –que é essa, de agora, pela nossa saúde, que eu sempre falo que mantemos para o resto de nossas vidas, principalmente quando conseguimos captar a mensagem de fato.

Não é fácil se motivar, porque a motivação não é "aguda" e sim "crônica", ou seja, temos que todo tempo nos motivar, pois o pulo para desmotivação é muito mais fácil. Esses dias temos que nos apegar ao fato de que é necessário se cuidar, a partir de agora, cada vez mais.

Não estamos imunes a nada, mas não custa se previnir

Quando nossas avós falavam: "Deixa brincar na terra para criar anticorpos", havia muito mais nessa frase do que uma mera fala de avó. Aí entendemos que a imunidade não é "ativada" de um dia para o outro e, sim, construída com uma vida. Por isso, é necessário a construção, a partir de agora, de novos hábitos saudáveis para que, no mínimo, criemos estratégias de prevenção — reforço que nada evitará (ainda mais se as pessoas continuarem se expondo desnecessariamente a alguns ambientes e não obedecendo as regras básicas de higiene), mas podemos prevenir. Praticar exercícios moderadamente, consumir frutas e verduras, reduzir alimentos que induzem o estado inflamatório do seu corpo são sempre boas estratégias. E aqui caímos no que sempre falo…

… Evite doenças crônicas

Bato muito aqui na tecla –literalmente — que tem muitas doenças que podemos previnir que são desencadeadas pelo excesso de gordura corporal. Gordura corporal em excesso não é brincadeira e temos, e podemos, evitar e tratar.

O excesso de gordura corporal, principalmente visceral — que é aquela que fica entorno dos órgãos vitais — pode levar a problemas crônicos. Pelo simples motivo que a gordura excessiva causa o influxo de ácidos graxos para o fígado, aumentando a probabilidade de esteatose hepática não alcoólica, aumentando ácidos graxos circulantes, aumentando a probabilidade de desenvolver colesterol, triglicérides, resistência a ação da insulina e desencadear problemas crônicos — que não têm cura, porém têm controle — como diabetes e hipertensão, que são fatores de risco para quem estiver com covid-19.

Estou com excesso de gordura corporal e meus exames estão normais

Que bom! Mais um sinal que você agora, mais do que nunca, tem um tempo para se cuidar. A gordura é silenciosa e gera um estado inflamatório, liberando citocinas que geram uma resposta a esse estado. Nossas respostas são individuais, por isso algumas pessoas respondem de uma forma e outras de outra forma. Porém, o que você precisa saber é que, independentemente dos seus exames estarem normais, é que nosso corpo luta, o tempo todo, para entrar no estado de homeostase, ou seja, ele tenta voltar a normalidade o tempo todo. Agora imagine o seu corpo lutando por um processo durante anos e anos?

Ninguém está falando aqui de padrões e sim de saúde

Quando falo de excesso de gordura, não significa o excesso visual, pois existem pessoas magras que não se cuidam, comem errado e não se exercitam, que também estão com excesso de gordura corporal. Por isso é necessário focarmos sempre em novos hábitos e bons hábitos.

E como faço isso tudo?

Nessa fase que as pessoas estão mais em casa, é uma grande oportunidade para começar.

  • Agora você tem tempo para se dedicar a sua alimentação - Não estamos vivendo aquela pressa de "1 hora de almoço, tenho que voltar ao escritório". Agora é uma grande oportunidade de sentar à mesa, desligar o celular e prestar atenção nas refeições.

  • Coma com a família - Se tiver filhos, morar com seus pais, com seu companheiro; enfim, aproveite esse momento para sentar com pessoas que vão compartilhar esse momento com você.

  • Cuidado com os beliscos - Sei que muitos estão ansiosos. Como estamos com uma facilidade maior de organizar a rotina, organize a alimentação da sua casa de forma que tenha o café da manhã, almoço e jantar muito bem determinados e os lanches intermediários bem organizados. Assim evitará escapes.

  • Se estiver muito ansioso ou estressado traga para a consciência o que faria de forma inconsciente. O que eu faço muito com meus pacientes é pedir para, antes de beliscar, tirar uma foto e me mandar. Por quê? Dá tempo suficiente para essa ação tornar-se consciente. O que faria sem pensar, começa a ponderar. "Será que estou com fome mesmo ou estou ansioso?"

  • Quando fizer compras - Não escolha alimentos que costuma ingerir nos momentos de estresse e ansiedade Salgadinhos, biscoitos, chocolate, enfim, alimentos ultraprocessados que não matam fome e sim a vontade, podem ser evitados ou, se comprar, tenha consciência do equilíbrio.

  • Entenda seu corpo por dia - Com essa nova fase, ficou bem claro que sábado e domingo é igual segunda, terça, quarta, quinta e sexta. Então, comece a entender seu corpo por dia. Seu gasto cmcalórico consumo é por dia, da mesma forma que as compensações devem acontecer dentro de um dia, não entre dias — então, nada de deixar para amanhã o que pode fazer hoje.

  • Crie metas de passos diárias - Quase impossível não passarmos quase o dia todo sentados em casa, então, crie metas. Cheque em um dia quantos passos deu. Se deu 2 mil passos em um dia, no outro dia aumente 200, 300, 500… Se aumentar um pouco de cada vez, com certeza todos os dias terá um lucro.

  • Treine em casa - Temos vários sites e perfis que estão dando treinos onlines. De segunda a sexta, às 19:00, estou passando treinos para vocês fazerem em casa, sem nenhum tipo de equipamento e deixo disponível no meu perfil por 24 horas — só clicar aqui no link.

  • Treinar é diferente de ter uma vida ativa - Lembre-se que uma coisa é o treino, que você se dedicará por um tempo — no meu Instagram no máximo 45 minutos — e outra coisa é manter o dia ativo. Por isso os passos sempre são contabilizados independentemente do treino.

  • Aproveite esses dias para criar um novo hábito - Uma rotina com bons hábitos se cria por repetição. Como estamos conseguindo controlar melhor nosso tempo, podemos organizá-lo com sabedoria e colocar em prática. Nosso único empecilho agora é driblar a desmotivação. Por isso, é um grande exercício para nossa motivação.


Fonte: UOL
Texto: Paola Machado
Edição: C.S. 

Comentários

Nenhum comentário cadastrado. Seja o primeiro!





Deixe seu comentário

Nome*
Email*
Verificação*
Seu comentário*